é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Brasileiro

Publicada em 06 de outubro de 2018 às 23h00

Bahia sofre gols no fim e fica no empate com o Grêmio em 2 a 2

Bahia vencia por 2 a 0 até os 38 minutos do segundo tempo

Victor de Freitas

2018-10-06-22-40_capagremioxbahia2018
Fonte: Lucas Uebel / Grêmio

Na noite deste sábado (06), o Bahia enfrentou o Grêmio em um confronto válido pela 28ª rodada do Brasileirão. Jogando em Porto Alegre, o Esquadrão chegou a abrir dois gols de vantagem no placar, mas sofreu empate no fim e terminou em 2 a 2.

Com o empate sofrido nos minutos finais da partida, o Bahia perde a chance de subir duas posições na classificação e permanece em 14º lugar, agora com 31 pontos.

O JOGO

Mesmo atuando na Arena do Grêmio, foi o Bahia quem iniciou o jogo "como se estivesse em casa". Com apenas dois minutos de bola rolando, o Esquadrão de Aço abriu o placar em um lance iniciado a partir de uma cobrança de lateral longo feito por Léo.

BAHIA ABRE O PLACAR NO INÍCIO

Após lançamento feito pelo camisa 6 para a grande área gremista, Nilton desviou de cabeça para a pequena área e Élber concluiu para o fundo das redes, colocando o Bahia em vantagem e o adversário em pressão.

Após o placar aberto pelo Esquadrão, a equipe tricolor do Rio Grande do Sul tomou conta da posse de bola e passou a tentar encurralar o Bahia em seu campo de defesa. Entretanto, mesmo com mais de 60% de tempo com a bola em seus pés na maior parte do primeiro tempo, foram poucas chances de gol criadas pelo Grêmio.

A melhor oportunidade do Grêmio ao longo da primeira etapa aconteceu em uma bola alçada na área para o volante Cícero, que cabeceou ao lado da trave de Douglas. Aos 23, os gaúchos chegaram a balançar as redes, mas o impedimento foi corretamente assinalado.

Em resposta às finalizações do adversário, o Bahia voltou a incomodar o goleiro Paulo Victor em chute de fora da área feito por Nilton.

SEGUNDO TEMPO

Já no segundo tempo, o ritmo da partida continuou semelhante à primeira etapa, com o Grêmio tendo controle da bola, espaço no meio-campo para trocar passes. Porém, sem conseguir furar a defesa tricolor.

Em cobranças de faltas feitas por Luan, Douglas precisou trabalhar nos primeiros minutos.

A partir dos 10 minutos, o Bahia passou a jogar com um a menos. O zagueiro Jackson dividiu na bola com o lateral-esquerdo Juninho Capixaba e recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso. Para compor a defesa, o jovem Ignácio estreou como profissional do Esquadrão, no lugar de Ramires.

COM UM A MENOS, TRICOLOR MARCA MAIS UMA VEZ

Apesar de ter um atleta a menos em campo, o Tricolor manteve a postura sólida na defesa e com a proposta de contra-atacar. E foi assim que a segunda bola balançou as redes. Aos 21 minutos, Élber aproveitou bola que sobrou na grande área, após chute de Zé Rafael, e finalizou para marcar seu segundo no jogo e encaminhar o triunfo.

EMPATE DO GRÊMIO NO FIM...

Quando o jogo parecia controlado para o Bahia, com dois gols de vantagem e dando pouco espaço para o adversário, eis que o Grêmio diminui o placar aos 38 minutos. O ex-tricolor Juninho Capixaba aproveitou cruzamento na grande área, apareceu nas costas dos defensores e empurrou para as redes.

Dois minutos depois, Marinho invadiu a grande área em velocidade e caiu após um contato físico de Gregore. Para a arbitragem, o lance foi para pênalti. Jael foi para a cobrança e empatou em 2 a 2.

No último lance da partida, aos 51 minutos, Zé Rafael cobrou uma falta no ângulo, mas parou em uma grande defesa de Paulo Victor, definindo o empate na partida.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.