é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Brasileiro

Publicada em 05 de novembro de 2017 às 19h55

Bahia vence a Ponte na Fonte Nova e sobe na classificação

Mendoza e Edigar Junio marcaram os gols do Tricolor

Victor de Freitas

2017-11-05-20-03_capamendozacamisavermelha
Fonte: Marcelo Malaquias/Divulgação/ECBahia

O Bahia voltou a vencer dentro de casa. Jogando na Fonte Nova, o Esquadrão estreou seu novo uniforme vermelho com triunfo por 2 a 0 sobre a Ponte Preta.

Com o resultado conquistado em casa, o Tricolor agora acumula 42 pontos, ocupando a décima colocação provisória, ficando sete pontos à frente do Z-4 e cinco atrás do G-7.

O JOGO

Com uma nova formação tática adotada por Carpegiani, o Tricolor entrou em campo com uma postura ofensiva, em busca do terceiro triunfo seguido em casa.

O primeiro tempo foi marcado por maior domínio do Bahia, que teve a bola em seus pés por mais tempo e finalizou mais vezes. Em uma destas finalizações, Mendoza abriu o placar.

Apesar de ter saído na frente antes do intervalo, as primeiras oportunidades tricolor aconteceram apenas após os 20 minutos de bola rolando, em cruzamento que partiu da esquerda e quase foi concluído por Tiago para o fundo das redes.

MENDOZA ABRE O PLACAR

Aos 26 minutos, a formaão tática do "professor" Carpegiani funcionou. Escalado no meio-campo, Allione deu bela assistência para Mendoza invadir a área, por trás da defesa, e concluir para abrir o marcador para o Esquadrão de Aço.

Depois de abrir o placar, o Bahia quase ampliou sua vantagem no lance seguinte. Desta vez Zé Rafael deu passe em profundidade para Edigar Junio, que saiu na cara do goleiro Aranha. Porém, errou na conclusão.

Pelo lado adversário, as melhores oportunidades foram criadas nos minutos finais, sendo a mais perigosa no último lance da primeira etapa, quando Nino invadiu a grande área e cruzou para chute de Claudinho para fora.

SEGUNDO TEMPO

Já no segundo tempo, Carpegiani optou por voltar à formação tática antiga e mais conservadora, pondo Juninho no lugar de Vinícius.

Logo nos primeiros minutos, o Esquadrão esboçou uma pressão inicial em busca do segundo gol. Juninho, aos três minutos, chutou forte de fora da área e Aranha "bateu roupa" antes de encaixar. No minuto seguinte, Zé Rafael tabelou com Mendoza e chutou, mas sem perigo para o arqueiro adversário. Já aos cinco minutos, Tiago fez o goleiro alvinegro trabalhar em chute sem ângulo.

Com a vantagem no placar, o Tricolor seguia encontrando espaço para atacar em velocidade. Aos 22 minutos, Juninho puxou contra-ataque pela esquerda e acionou Zé Rafael. O meia chutou da entrada da área, mas Aranha pegou.

Por outro lado, a Ponte Preta buscava o gol de empate, porém esbarrava na defesa tricolor, que contou com a presença de Thiago Martins ao lado de Tiago desde os 14 minutos, após lesão de Lucas Fonseca.

Na reta final da partida, o Bahia adotou uma postura conservadora, buscando manter a posse de bola em seus pés por mais tempo e não correr riscos.

GOLAÇO COLETIVO

Mas, em jogada de contra-ataque nos acréscimos, o Tricolor sacramentou o triunfo com um golaço marcado por Edigar Junio, após belo lançamento de Zé Rafael e assistência perfeita de Mendoza. Um gol coletivo para garantir mais três pontos.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.