é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 30 de agosto de 2017 às 14h24

Eduardo valoriza período de treinos e explica reunião com Diego Cerri

Lateral destacou importância de treinamentos e explicou teor de reunião com diretor de futebol

Victor de Freitas

2017-08-30-13-59_capaeduardocoletiva03
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

Em meio a uma pausa de duas semanas no Campeonato Brasileiro, por conta de jogos do Brasil pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo, o Bahia tem aproveitado para corrigir seus erros nos últimos jogos para buscar reabilitação no campeonato já na próxima rodada, contra o Atlético-GO.

É esta a ideia do lateral-direito Eduardo, que valoriza o período de treinos, mas admite estar ansioso para voltar a vencer no Campeonato Brasileiro.

“Positivo é o descanso, essa pressão e o tempo para trabalhar. Negativo, é que já queria que o jogo fosse hoje, porque derrota é horrível, mexe com o dia a dia. A cabeça da gente já não é mais a mesma coisa. A gente já quer que o jogo seja o mais perto possível, para tomar atitude para mudar. Vai ser bom, porque o Preto vai ter tempo para trabalhar, para que possamos minimizar os erros. Espero que isso possa acontecer em um espaço pequeno. Nosso adversário tem jogado bem, tanto é que ganhou do líder, então não podemos vacilar em momento algum”, disse o lateral tricolor, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

Reunião com diretor de futebol

Nesta última terça-feira, um fato chamou a atenção de todos que estiveram no Fazendão. Antes do treino com bola, o diretor de futebol Diego Cerri reuniu todos os atletas no gramado em uma conversa que durou cerca de 50 minutos. Na entrevista coletiva de Eduardo, este foi um dos assuntos mais abordados. E o lateral explicou o que foi conversado.

"Diego (Cerri, diretor de futebol) estar presente na reunião, não quer dizer que tenha sido um problema. Ele tem sempre estado presente, em se tratando de assunto do clube e dos nossos interesses. A reunião aconteceu pela derrota dentro de casa, para alinhar algumas coisas, saber o que queremos de verdade no campeonato. Foi muito proveitosa. Preto deixou aberto para cada jogador falar o que pensa. Alguns falaram. Foi proveitosa. Todo mundo pensando da mesma forma, em busca de um só objetivo: manter a regularidade, parar de oscilar, porque estamos em uma situação desconfortável. Temos que nos afastar dessa zona de rebaixamento. Pelo menos a Sul-Americana temos que alcançar", explicou o jogador.

Eduardo também descartou que o assunto "efetivação de Preto Casagrande" tenha sido abordado na reunião com Cerri.

"Nada em relação a isso foi tocado, até porque Preto vem fazendo um bom trabalho, conhece bem o grupo, sempre esteve próximo de nós, até mais do que outros treinadores. Como auxiliar, ele tem uma liberdade maior com os jogadores. Ele conhece muito o elenco. Torço muito para que a gente pare de oscilar no campeonato. Não só o Preto merece, mas todo o grupo. Porque a gente trabalha muito, com honestidade e transparência. Aqui no Bahia não tem sacanagem".

O Bahia voltará a campo apenas no próximo dia 11, contra o Atlético-GO, fora de casa.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.