é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 26 de setembro de 2018 às 17h32

Élber pede tranquilidade ao time para voltar a vencer na Série A

"É ter a cabeça boa, treinar mais no dia a dia", avalia o atacante

Victor de Freitas

2018-09-26-17-17_capaelber14
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia não vence há três rodadas e voltou a encostar na zona de rebaixamento. Com um duelo contra o Flamengo a sua frente, o o time tricolor deve manter tranquilidade para conseguir voltar ao caminho dos triunfos. É o que acredita o meia-atacante Élber.

Para o camisa 7 do Esquadrão, não é momento de se desesperar, mesmo tendo apenas um ponto de vantagem em relação ao primeiro time do Z-4. Élber garante ter confiança no retorno do Bahia à boa fase e em uma subida de desempenho nas próximas rodadas para figurar em posições mais altas.

"Acho que até os jogadores que estão no elenco, até pelas exibições que a gente está tendo nesses jogos, conseguindo jogar bem, mas infelizmente o triunfo não está vindo. Mas é ter a cabeça boa, treinar mais no dia a dia. Se continuar assim, uma hora essa fase vai virar, e a gente vai colocar o Bahia no lugar que merece", avaliou.

Temporada pelo Bahia

Em nove meses como jogador do Esquadrão, Élber convive com a desconfiança da torcida. Porém, tem a confiança dos treinadores que por aqui passaram neste ano. Além de Guto, Enderson também valoriza a presença do atacante, que já possui 46 jogos com a camisa tricolor.

Com 32 atuações como titular em 2018 - sendo 14 pelo Brasileirão - Élber se destaca em alguns quesitos. O principal deles é o número de assistências. Ele lidera o ranking de passes para gols do Bahia, com cinco participações para gols.

Além de um dado ofensivo, o atacante também é destaque em estatísticas defensivas. É o sétimo jogador tricolor com mais desarmes neste Brasileirão, com 23 roubadas de bola em 20 rodadas disputadas. À frente dele neste quesito, apenas Zé Rafael atua no ataque, enquanto os demais são atletas de defesa.

"Penso assim, venho trabalhando bastante no dia a dia, apesar de não estar jogando sempre. Nas oportunidades que tenho, procuro manter o mesmo nível desde o começo. Feliz por esse momento individual. Espero continuar ajudando, contribuindo de alguma maneira, seja com assistências ou com gols", falou o atacante.

"Sobre essa questão de número, de roubada de bola, nem sei. Mas é o que o professor quer, o que o professor pede. Ele gosta do time dele jogando compactado. Já desempenhei essas funções em outras equipes, no Cruzeiro, no Sport. Fico feliz por esse reconhecimento dele. Quero estar jogando, ajudando de alguma maneira. Se for me sacrificar um pouco mais, vou fazer", acrescentou.

Boa fase de Gilberto

"Gilberto é o nosso 9. Vem atravessando um bom momento, é o artilheiro, um cara iluminado. Esse negócio de responsabilidade é um pouco pesado. Se está fazendo gol, é porque estamos ajudando ele de alguma maneira. Mas temos jogadores que podem contribuir com gols também. A gente está feliz pelo jogador que a gente tem, pelo momento do Gilberto. Esperamos que ele continue assim".

Expectativas para jogo contra o Flamengo

"Primeiro falar do nosso momento acho que vai ser um jogo difícil. Flamengo vai vir forte, independentemente de jogar hoje. Precisam de um resultado, mas a gente precisa mais. A gente vai entrar muito focado para deixar o triunfo aqui em Salvador".

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.