é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 02 de maio de 2018 às 19h57

Faganello fala sobre jogo decisivo nas quartas do Nordestão

Auxiliar de Guto presta solidariedade ao técnico e aposta no elenco para avançar na Copa do Nordeste

Victor de Freitas

2018-05-02-19-30_capaalexandrefaganello1
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

Nesta quinta-feira (03), o Bahia terá pela frente a primeira das três decisões de mata-mata que o mês de maio lhe reserva. Contra o Botafogo-PB, o Esquadrão vai decidir uma vaga nas semifinais da Copa do Nordeste.

Auxiliar técnico de Guto Ferreira, Alexandre Faganello treinou a equipe nesta quarta-feira e será o comandante do time no duelo contra o Botafogo, devido ao falecimento da mãe do treinador tricolor. Ele se solidariza com a perda irreparável que seu amigo e companheiro de trabalho teve.

“É uma situação delicada. O que estamos sentindo pelo Guto, pela família do Guto, é uma perda irreparável. Nesse momento eu não queria estar substituindo por esse motivo. Mas a gente tem que levar a vida para frente. A vida segue, e estamos aqui para suprir ele em qualquer situação”, disse o profissional, que dirigiu o Bahia frente ao Atlético-PR.

Sobre a partida decisiva da Copa do Nordeste, Faganello afirma que o time precisa ter cuidado na partida, apesar da vantagem cômoda por ter vencido o duelo de ida.

“É um momento de decisão, não podemos dar bobeira nenhuma. É um jogo complicado, difícil, sabemos da qualidade do Botafogo-PB, para poder fazer um bom jogo e vencer a partida dentro de casa”, falou.

Nesta quinta, o Bahia não contará com os zagueiros Douglas Grolli e Rodrigo Becão e nem com o atacante Marco Antônio. Quanto a montagem do time titular, Faganello diz que as decisões foram tomadas junto com Guto Ferreira.

"A decisão foi tomada junto com o Guto. Fizemos um treino ontem, passamos o que temos que fazer. Não vou passar aqui. Temos que ter cautela, respeito pela equipe adversária, para colher os frutos nessa partida", explicou.

O auxiliar também destaca confiança em todo o elenco e não apenas em 11 titulares.

"Acho que o conjunto é um fator determinante para a equipe ter evolução. Os jogadores que não estão jogando direto têm totais condições de entrar em campo. Deixamos em aberto todas as posições para que o jogador que evoluir e for bem nos jogos possa brigar pela titularidade. Não podemos contar com 10, 11 jogadores. Temos que contar com todos do elenco. Acho que todos têm condições de atuar como titulares", finalizou o profissional.

O Bahia receberá o Botafogo-PB às 21h45 desta quinta, em Pituaçu.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.