é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 01 de outubro de 2018 às 12h56

Grolli vê Sul-americana como chance de 'fazer história' no Bahia

Possível titular contra o Bota, Grolli confia em evolução do Tricolor na temporada

Victor de Freitas

2018-10-01-12-46_capagrollientrevista
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Na quarta-feira (03), o Bahia vai entrar em campo pela partida de volta das oitavas de finais da Copa Sul-americana, competição internacional que dá vaga direta na Libertadores do próximo ano. Já realizando sua melhor campanha no torneio, o Tricolor tem a chance de alcançar as quartas de finais e manter o sonho de um título internacional vivo. É o que acredita o zagueiro Douglas Grolli.

Titular nos últimos quatro jogos do Bahia, por conta de lesão sofrida por Tiago, Grolli garante que o elenco tricolor está motivado para conquistar novos triunfos em 2018, apesar do mau momento vivido pelo time no returno do Brasileirão.

Sobre o Brasileirão, o zagueiro diz que confia em uma nova subida de rendimento para voltar ao caminho dos triunfos e brigar na primeira página da classificação. Já na Sul-americana, está a chance de marcar seu nome na história do Esquadrão de Aço.

"Estamos motivados sempre. Sabemos que precisamos reverter e pontuar no Brasileiro. Se a gente engatar dois triunfos, embala e muda a situação. Por isso está tão disputado. Até a zona de cima distancia um pouco, mas a pré-libertadores não está distante de nós. Esperamos melhorar no Brasileiro e ter essa chance de fazer essa história", disse.

"(...) O Bahia não tem título dessa expressão (internacional) e a gente tem a chance de fazer história no clube. Vamos em busca desse objetivo", acrescentou o zagueiro.

Momento do time

"A gente sabe que não é o nosso melhor momento no ano, mas a gente vem trabalhando muito para reverter. Foi um jogo difícil, eles se mobilizaram para isso e fizemos um jogo bom. Se o Flamengo ganha, seria um dos líderes. Foi um jogo disputado e não conseguimos por pouco. Se a gente continuar nesse empenho, essa fase vai mudar", analisou.

O que esperar do jogo contra o Botafogo?

" Jogo muito difícil. Fizeram promoção de ingresso, casa cheia, mas a gente gosta disso também, o jogo fica... Consegue ter uma tensão maior com muito público, então a gente fica feliz com isso. Sabemos que vai ser um jogo bem truncado, porque o adversário tem qualidade, nos deu muito trabalho aqui. Mas sabemos que temos condição de passar. Tem essa pequena vantagem. Não dá para se apegar a ela, mas a gente pode fazer um grande jogo. Quem sabe, comece a nossa reação em uma competição diferente, em que a gente muda a chave e tem total condição de buscar. E esse é o nosso objetivo".

Lembranças do jogo de ida

"Eles acabaram criando bastante mas ao mesmo tempo foi um jogo em que não tivemos o melhor desempenho, oscilamos um pouco. Eles têm uma bola parada forte, que nos deu muito trabalho. Vamos ter atenção para neutralizar isso. Estar atento a cada lance, em um mata-mata pode decidir a partida. Temos que estar ligados para não dar espaço ao adversário".

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.