é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 05 de maio de 2017 às 17h41

Guto diz estar tranquilo e 'dá a receita' para conquistar título

Técnico garante não sentir pressão por decisão na casa do rival

Victor de Freitas

2017-02-17-11-32_Capagutocoletiva5
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

Após empate em 1 a 1 na Fonte Nova, a decisão do título estadual de 2017 ficou para o Barradão, com o Bahia precisando vencer para levantar o troféu na casa do adversário.

Entrevistado nesta sexta-feira, o técnico Guto Ferreira descartou sentir pressão por disputar o título diante da torcida adversária.

"Não, cara. Sinceramente, nesse momento, de tudo que a gente tenha vivido, talvez seja o momento que eu esteja mais tranquilo. Chegou o momento que tudo que poderia ter feito tem consciência que fez. Depois, é ação e já não está ao seu alcance. O seu alcance é não atrapalhar. Depois é o trabalho dos meninos e o bom Deus", comentou o treinador.

Guto também explicou a "receita" para conquistar o troféu estadual no domingo.

"Temos que ganhar de um a zero (risos). Tem que jogar bom futebol, com bastante respeito pela equipe adversária. Acho que respeito que a gente vem tendo. Procurar ser uma equipe como a gente vem sendo, aguerrida, corajosa, com poder de marcação, mas também incisiva no aspecto ofensivo", analisou.

O técnico também falou sobre outros assuntos na entrevista coletiva.

RENÊ E RÉGIS VÃO JOGAR? SEGREDO!

"Eu não avalio nada. Só vou avaliar quando tiver decisão. Na minha cabeça está bem claro. Pode ter certeza que os jogadores, mais ou menos, sabem o que vai acontecer. Mas tudo isso é segredo de estado".

O QUE FAZER PARA APROVEITAR MELHOR AS CHANCES CRIADAS?

"A gente gostaria de fazer, mas só cria está lá dentro, só perde quem está lá dentro. Existe uma série de coisas. O que você faz em algum momento a conta vem. O fato de lá atrás de jogar com um a menos, perder jogadores importantes que fizeram a diferença... Como vai ser o próximo jogo? Deus queira que a gente consiga solucionar os problemas. Se vai ser com Régis, Renê ou os substitutos".

TÉCNICO ESPERA POR "PAZ" DENTRO DE CAMPO

"Quanto a questão de pressão, pode ficar tranquilo. Pressão fica em casa. Daí para entrar em outra situação de passar dos limites é outra circunstância. O que tem que existir é respeito. Espero que termine dentro desse contexto para o bem do futebol. Para a beleza do campeonato que começou há quatro meses e teve muito desse respeito. Que a festa de A, e B, espero que nossa, não seja invadida, atrapalhada, por questões que não são compatíveis com o momento".

SER CAMPEÃO NA CASA DO ADVERSÁRIO SERIA "MAIS GOSTOSO"?

"Não vem com essa. Sabor de uma conquista é igual onde for. Esse tipo de situação gera combustível, indignação. Justamente esse tipo de perfil é que daqui a pouco começa a acumular e encher o copo. A gente quer achar que começou tudo ali (no segundo Ba-Vi da Copa do Nordeste). Aquilo lá foram coisas que foram acontecendo. Temos que tomar cuidado toda vez que falamos uma coisa. Se é para o bem, vai colher o bem. Se é menosprezo, pode ter certeza que volta. É isso que prego. É muito bonito, acha que é do jogo, mas o jogo vai até onde não falta com respeito com as pessoas que são tuas amigas, que são companheiras de profissão".

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.