é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 27 de dezembro de 2017 às 20h58

Hernane fala sobre expectativas para 2018 com volta de Guto

"O time que o Bahia tinha em 2017 foi o Guto quem montou", diz o Broacdor

Victor de Freitas

2016-11-28-18-59_CapaHernane4
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

Titular na temporada 2016 e no primeiro semestre de 2017, Hernane sofreu uma grave lesão que o afastou de metade do Campeonato Brasileiro. De volta aos gramados no segundo turno da Série A, o atacante, no entanto, não conseguiu reconquistar sua condição de titular - tanto com Preto, como com Carpegiani.

Já focado na temporada de 2018, Hernane tem feito treinos físicos em uma academia para manter a forma antes da reapresentação para a pré-temporada, marcada para o dia 3 de janeiro.

"Minha preparação está como todos os outros anos, fico duas semanas descansando e logo na sequência eu começo a treinar para tentar pegar o ritmo o mais rápido possível, para não zerar a parte física. A gente sabe que no futebol não pode parar totalmente, ou você vai ficando para trás. Estou treinando há mais de uma semana, me cuidando o máximo para voltar em 2018, não 100%, mas o mais próximo de 100% da parte física, parte cardiovascular, a parte muscular, que perde um pouco nas férias. Tentar perder o mínimo para não chegar tão abaixo na pré-temporada", contou o camisa 9, ao globoesporte.com.

Para 2018, o Bahia será treinado por um velho conhecido de Hernane. Guto Ferreira trabalhou com o atacante no Mogi Mirim e no Esquadrão. O Brocador aprova o retorno de "Gordiola" e cita os motivos pelos quais acredita que esta volta será positiva para o Tricolor.

"A expectativa com a chegada do Guto é muito boa. Porque todos nós sabemos que o time que o Bahia tinha em 2017 foi o Guto quem montou. Essa parte ele trabalha muito bem. Sabe montar time, tem o controle dos atletas. Ele é muito bom gestor dentro de campo. Ele sabe trabalhar o time dele, o time do Guto é bem ofensivo, sofre pouco, então vejo uma crescente boa para o Bahia. Ele ficou sete meses fora do clube, voltou, se não tivesse feito uma boa passagem no Bahia, com certeza não teria voltado. Passou, foi bem, ganhou título, isso ajudou com que voltasse novamente", comentou.

Hernane também espera que 2018 seja um ano de mais conquistas para o Esquadrão.

"Espero que o Bahia brigue por competições maiores, a própria Copa do Brasil, a Sul-Americana, o Brasileiro esse ano o Bahia fez uma boa campanha, já tinha se livrado bem antes da zona do perigo, se livrar antes porque sabíamos que o Bahia tinha subido ano passado, o primeiro ano da competição é para se manter na elite. E nos anos seguintes começar a pensar em coisas maiores. O 2018 do Bahia é para começar a pensar em coisas maiores, montar novamente um time competitivo, que vá brigar por títulos, jogadores que venham para vencer também", concluiu.

Hernane tem contrato com o Tricolor por mais uma temporada. A estreia do Bahia em 2018 acontecerá no dia 18 de janeiro, contra o Botafogo-PB, pelo Nordestão.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.