é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 01 de setembro de 2017 às 15h25

Hernane rebate crítica de Zinho a tricolores por saída de Jorginho

"Não sei de onde ele tirou essa informação", diz Hernane sobre acusação de influência na demissão de Jorginho

Victor de Freitas

2017-09-01-15-15_capahernanebravo
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

Nesta semana, o ex-jogador e atual comentarista Zinho fez críticas a jogadores tricolores, como Régis e Hernane, por conta da demissão de Jorginho do comando do Bahia. Em entrevista nesta sexta-feira, foi a vez do Brocador dar sua versão e desmentiu as acusações.

No programa Fox Sports Rádio, Zinho criticou a postura do meia e do centroavante após a demissão de Jorginho, pondo neles a culpa do insucesso do amigo.

“Um treinador que não tem um relacionamento legal, isso influencia. Não é que o jogador se une e fala: “Vamos derrubar o cara”. Pode um cara até ficar feliz quando o treinador cai, e eu já vi isso aí. Acho triste o jogador fazer isso. Vai para as mídias para botar lá, ironizar. Estou falando da situação do Jorginho no Bahia. Dois jogadores lá fizeram isso. Traíra. Botou sorrisinho... O Régis meia, fez isso, e o Hernane Brocador. Fizeram isso. Botaram gracinha. Insinuou. Não foi explícito, mas insinuou. E o Jorginho saiu do Bahia por causa do Régis. Pressão da diretoria. Jorginho tirou do time, não estava jogando nada, aí empresário com presidente e tudo, derrubaram o cara”, declarou Zinho, ao vivo no canal Fox.

Em coletiva nesta sexta, Hernane descartou quaisquer hipóteses de ter tido influência na saída de Jorginho, com quem declarou ter tido uma relação profissional, porém com pouco contato devido a sua lesão.

“Conhecendo o Zinho, me surpreendi, porque tenho boa relação com ele. Fiquei muito surpreso. Quando o Jorginho estava aqui, não desci em momento algum. Estava no DM. Não sei por quê o Zinho falou isso. Tive boa relação com Jorginho, na saída dele, conversei. Conhecendo o Régis, não teve essa trairagem. Acho que ele ficou chateado com a oscilação, de não estar bem e ter que sair. Respeitou a opinião do Jorginho. Queria saber do Zinho quem passou essa informação que jogador derruba treinador. Jogador não derruba treinador. Infelizmente, Jorginho não teve uma boa passagem no Bahia. Quando ele saiu, conversei bastante, falei que o Régis, voltando de lesão, foi mais ou menos, e ele optou por colocar o Vinícius. Conversei com o Régis, é opinião do treinador, você tem que respeitar. Ele ficou bem tranquilo. Somos funcionários do clube, então temos que respeitar. O Zinho, não sei de onde ele tirou essa informação. Desde que Jorginho chegou, conversei com ele, disse que poderia contar comigo. Não sei o porquê disso”, disse o camisa 9 do Esquadrão de Aço.

Em sua passagem de dois meses pelo Bahia, Jorginho viveu um período de sete jogos sem vencer no Brasileirão e cinco sem triunfos dentro de casa, motivo principal para sua demissão.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.