é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 30 de julho de 2017 às 19h51

Jorginho aceita vaias da torcida, mas pede apoio aos jogadores

"Podem me vaiar, mas apoiem os jogadores", diz o técnico

Victor de Freitas

2017-07-30-19-33_capajorginhopacaembu
Fonte: Manoel Messias/ecbahia.com

Apático durante todo o jogo, o Bahia sofreu uma derrota por 3 a 1 para o Sport com sete reservas no time titular. Presente no quinto jogo seguido sem triunfo dentro de casa, a torcida tricolor vaiou jogadores - por exemplo Régis Souza - e o técnico Jorginho.

Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico Jorginho foi questionado sobre um possível incômodo com as vaias recebidas. O treinador afirma que aceita receber vaias, mas pede para que a torcida apoie os jogadores durante a partida.

"A responsabilidade é minha. Eu que escalo, junto com a minha comissão técnica. Jamais vou colocar a culpa em um atleta. O Régis (Régis Souza) começou fazendo uma boa partida, foram dois lances que ele errou e a torcida começou a vaiar. Não contribui. Podem me vaiar, me xingar, mas que apoiem os jogadores. Perdemos muitas bolas no meio-campo. Eles conseguiram fazer muito ataque em cima dos nossos erros no meio. Que não era nossa proposta. Nossa proposta era jogar pelos lados, mas não aconteceu", disse o treinador.

O próximo desafio do Esquadrão na temporada acontece na quarta-feira (02), em Chapecó, contra a Chape.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.