é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 29 de junho de 2018 às 17h24

Léo dispensa favoritismo e pede time focado para ser campeão

"A gente tem que entrar muito ligado e muito focado nesse jogo", diz o lateral-esquerdo

Victor de Freitas

2018-06-29-17-19_capaleo14
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Após conhecer seu adversário na final da Copa do Nordeste, o Bahia está com suas atenções totalmente voltadas para a partida de ida da decisão, que já será disputada na próxima semana. Para encarar o Sampaio Corrêa, o lateral-esquerdo Léo quer o time focado.

Com 21 anos e vivendo sua primeira temporada pelo Bahia, Léo revelou ter se impressionado com a festa protagonizada pela nação tricolor na partida que garantiu o título de campeão nordestino de 2017 ao Esquadrão. Desta vez, titular da equipe, ele espera fazer parte e ajudar a proporcionar mais uma alegria à torcida.

“Quando cheguei aqui, me mandaram um vídeo da Copa do Nordeste do ano passado. Espero que aquele vídeo se repita agora em 2018. Espero passar isso aqui no Bahia, como passei no Campeonato Baiano. Acho que vai se uma festa linda”, comentou.

Sobre o que espera das finais, Léo fez uma análise sobre o Sampaio Corrêa e classificou a equipe maranhense como aguerrida. Para o lateral-esquerdo, o grupo deve deixar de lado favoritismo e entrar focado em vencer as partidas.

“Eu assisti ao jogo ontem. Senti que a equipe do ABC é uma equipe que toca mais a bola, mais leve. A do Sampaio Corrêa é mais aguerrida, briga mais, mais compacta no jogo. São equipe diferentes, com propostas de jogo diferentes, mas prestei mais atenção no Sampaio porque estava mais próximo de passar, poderia ser nosso adversário na final. Posso dizer que é uma equipe aguerrida, que briga bastante, acho que a gente tem que entrar ligado nesse jogo”, analisou o lateral.

“Acho que esse que é o perigo, quando coloca o Bahia como favorito. Isso não pode entrar em nossa cabeça e achar que vai ganhar de qualquer jeito. A gente tem que entrar com os pés no chão, muita tranquilidade, saber a responsabilidade que leva, estar em um clube de Série A. A gente tem que entrar muito ligado e muito focado nesse jogo”, acrescentou.

Léo também cita como exemplos as zebras já ocorridas nesta Copa do Mundo, especialmente a eliminação da Alemanha diante da Coreia do Sul. Para ele, em futebol de alto nível não se deve deixar levar por favoritismo.

"Se você olhar a Copa do Mundo, você vê seleções de alto nível tendo dificuldade para ganhar. Acho que hoje em dia não tem mais esse negócio de camisa. Acho que tem que se impor. É lá dentro de campo que vai se decidir o campeão da Copa do Nordeste 2018. A Copa do Mundo é uma competição de alto nível, seleções como França, Argentina, tendo dificuldade. O México venceu bem, daqui a pouco tomou de três, então tem um equilíbrio muito grande. O futebol de hoje em dia está cada vez mais equilibrado. Não pode achar que “Ah, o Bahia tem a camisa maior que o Sampaio, então vai vencer, é o favorito”. Não é assim", concluiu.

O Bahia fará o jogo de ida no Maranhão e decidirá o Nordestão novamente na Fonte Nova.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.