ecbahia.com

é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Baiano

Publicada em 04 de fevereiro de 2018 às 18h57

Sem criatividade, Bahia empata em 0 a 0 com o Jacobina

Tricolor volta a decepcionar; Jacobina conquista seu primeiro ponto

Victor de Freitas

2018-02-04-18-45_capavinicius11
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

O Bahia voltou a decepcionar na temporada de 2018. O time tricolor apenas empatou em 0x0 com o Jacobina pela quarta rodada no Campeonato Baiano.

O JOGO

Depois de vencer o Altos pela Copa do Nordeste, o técnico Guto Ferreira mandou a campo uma escalação ofensiva, com Kayke e Edigar Junio juntos no ataque. Allione e Zé Rafael eram os responsáveis por abastecer os jogadores de frente.

Diante do lanterna do Baianão, o Esquadrão teve maior posse de bola durante todo o primeiro tempo, mas não cosneguiu balançar as redes antes do intervalo.

As primeiras oportunidades de gol saíram dos pés de Zé Rafael. Aberto pela esquerda, o camisa 10 tricolor chutou forte aos oito minutos e fez o goleiro adversário trabalhar. Já aos 11 minutos, o meia recebeu cruzamento de Nino Paraíba e tentou chutar sem deixar a bola cair no chão, mas errou o alvo.

Apesar de espaço para trocar passes e ir à frente, o Esquadrão seguia com dificuldades na armação de jogadas e, com isso, poucas finalizações eram vistas. Apenas aos 36 minutos o time tricolor voltou a finalizar. Desta vez pelo lado dierito, Zé Rafael viu a passagem de Nino, que chutou forte para defesa de Lucas Ferreira.

Aos 39 minutos, o goleiro Douglas recebeu cartão vermelho ao cometer falta na entrada da área após falha de Lucas Fonseca em uma tentativa de recuo de cabeça. Rafael Santos entrou em campo pela primeira vez com a camisa do Esquadrão. O jogador "safrificado" foi Allione.

Já no segundo tempo, com um a menos em campo, Guto Ferreira mandou a campo o meia Vinícius para atuar como segundo volante, no lugar de Elton. A substituição foi uma tentativa de ter criatividade no meio-campo.

Assim como no primeiro tempo, o Esquadrão seguiu com dificuldades para criar jogadas, ainda mais com 10 jogadores em campo. A falta de criatividade, a propósito, é o principal defeito do time no ano.

Apenas aos 28 minutos o time dirigido por Guto Ferreira deu trabalho ao goleiro adversário, em um lance aleatório. Léo cobrou lateral longo na grande área e Tiago cabeceou. A bola passou perto da trave.

Sem criatividade para entrar na área do lanterna do Baiano, o Bahia atacou novamente em lance de bola parada. Aos 43 minutos, Vinícius cobrou falta por cima do gol.

Nos acréscimos, Vinícius teve mais uma chance de definir o jogo, mas seu chute acertou a trave. Foi a última chance de evitar mais um tropeço em 2018.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.