é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 10 de janeiro de 2017 às 19h37

W. Silva é apresentado e fala sobre disputa por titularidade

Novo lateral-direito do Bahia destacou concorrência por titularidade e se mostrou satisfeito pela estrutura do clube

Victor de Freitas

2017-01-10-19-25_CapaWellingtonSilvaapresentado
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

Um dos jogadores já confirmados como reforços do Bahia, o lateral-direito Wellington Silva permaneceu em Salvador para realizar trabalhos especiais para seu recondicionamento físico. Como não viajou a Florida, o jogador foi apresentado à imprensa na tarde desta terça-feira, no Fazendão.

Experiente em Série A por passagens por Flamengo, Internacional e Fluminense, Wellington Silva chega ao Bahia para ser um dos três laterais do elenco. O jogador se colocou à disposição para atuar nas duas laterais e comentou sobre a concorrência pela titularidade do lado direito da defesa.

"Já joguei contra o Eduardo, muito bom jogador. O Tinga eu não conhecia muito. Ninguém chega para ser titular. Se o professor optar por ele, vou trabalhar para conquistar meu espaço. Faço as duas laterais, o Guto sabe disso. Compra um e leva dois (risos). Estou aqui para ajudar. Independentemente de ser titular, estou aqui para ajudar", comentou o jogador, em entrevista coletiva.

Questionado sobre sua saída do Fluminense após ser titular absoluto durante toda a temporada de 2016, Wellington destacou que buscou sair do time carioca para respirar "novos ares" e garantiu conhecer a tradição do Bahia no cenário nacional.

"Fiquei muito tempo no Fluminense, ia completar quatro anos. É bom sair, novos ares. Saiu da Série B, tem muita tradição. Estou acostumado a jogar a Série A. O grupo que está se formando aqui, não vai perder para ninguém. Se tiver mentalidade grande, não perde para nenhum time do Brasileiro", acrescentou.

O jogador também falou sobre o atual elenco tricolor e fez elogios à estrutura do clube.

"Conhecia o Hernane. Jogamos juntos no Flamengo. O Renê Junior e o Juninho são cariocas. O Cajá de jogar contra. Me surpreende a estrutura, é boa. O relacionamento, as pessoas são educadas. Estou muito feliz", disse.

Além de Wellington Silva, os outros reforços do Bahia, até agora, são: os laterais Matheus Reis e Pablo Armero; os volantes Edson e Matheus Sales; os meias Diego Rosa e Zé Rafael e o atacante Gustavo.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.