é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Baiano

Publicada em 17 de março de 2022 às 11h13

Campanha do Bahia no Baiano é repleta de marcas negativas; veja lista

Esquadrão acumulou vexames ao longo da competição

Victor de Freitas

time22-8
Fonte: Felipe Santana / EC Bahia

O Bahia está fora da semifinal do Campeonato Baiano. A eliminação em plena primeira fase não ocorre por acaso, mas sim por uma série de resultados ruins que resultaram em uma desclassificação mesmo vencendo os dois últimos jogos.

A campanha tricolor foi marcada por três triunfos, três empates e três derrotas, com um aproveitamento de 44,4%.

Além de somar menos da metade dos pontos em uma competição estadual, o Esquadrão acumulou várias marcas negativas que explicam como a eliminação, de fato, aconteceu.

6º lugar

A campanha tricolor de apenas 12 pontos ganhos resultou em uma sexta posição, atrás de Jacuipense, Atlético, Bahia de Feira e Barcelona, equipes que estão na Série D ou sem divisão, além do Vitória, quinto colocado, que está na C.

O Tricolor terminou dois pontos atrás do Barcelona, quarto colocado, e nove atrás do Jacuipense, líder.

Foi a segunda eliminação na primeira fase no século XXI. A outra havia ocorrido em 2003.

4 jogos seguidos sem vencer

Ao longo do percurso, o Bahia chegou a ter números de lanterna, quando ficou quatro jogos seguidos sem vencer – empate com Vitória e derrotas para Barcelona, Juazeirense e Atlético.

3 derrotas seguidas para times do interior

Por sinal, uma sequência de três derrotas consecutivas para equipes do interior não acontecia há 27 anos.

Proximidade do Z-2 na maior parte do tempo

Ao longo do torneio, o Bahia permaneceu rondando mais o Z-2 do que o G-4, inclusive chegou a ter chance real de ser ultrapassado pelos dois times da zona de rebaixamento nas últimas rodadas.

Freguesia para Atlético de Alagoinhas e Juazeirense

Em 2022, o Bahia perdeu os dois jogos que disputou contra o Atlético de Alagoinhas.

Além disso, sofreu derrota para a Juazeirense e passou a acumular uma marca de três anos sem vencer o time do interior.

Mais um Ba-Vi sem vencer

A última vez que o time principal do Bahia venceu um Ba-Vi aconteceu em 2018. De lá para cá, apenas a equipe de transição venceu um Ba-Vi, contra o time sub-23 do rival, em 2020.

Nesse ano, novamente o Esquadrão não venceu após as derrotas de 2021.

Empatou com lanterna em casa

Um dos resultados que mais explicam a campanha tricolor é o empate com o Unirb, time que foi rebaixado em último lugar.

O empate, por sinal, só aconteceu aos 50 minutos do segundo tempo em um rebote de pênalti perdido por Lucas Araújo.

Perdeu para recém-promovido da segunda divisão em casa

Não satisfeito com esse vexame, o time perdeu para o Barcelona, time que havia acabado de sair da segunda divisão estadual, também na Fonte Nova.

Por sinal, os três pontos ganhos pelo Barcelona sobre o Bahia na Fonte foram fundamentais para a classificação do time de Ilhéus.

Pior início de campanha desde 1942

Após as seis primeiras rodadas, o Bahia tinha a pior campanha desde o início da década de 40.

Defesa

O Bahia só não levou gol em um dos nove jogos do campeonato, justamente na última rodada contra o rebaixado Conquista.

Nenhuma virada

O Bahia saiu atrás no placar em seis dos nove jogos do campeonato. Mesmo nas partidas em que empatou, precisou correr atrás do resultado e não virou nenhum jogo.

Quando levava o primeiro gol do jogo, era certo que não venceria.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.