é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Brasileiro

Publicada em 08 de junho de 2022 às 16h27

25 clubes criam bloco para negociar cotas de TV; Bahia não participa

Equipes criam novo grupo que em resposta à criação da Liga do Futebol Brasileiro (Libra), que já tinha 13 clubes

Victor de Freitas

 

bolaseriea3
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Em resposta ao grupo Libra (Liga do Futebol Brasileiro), que foi formado com 13 clubes, nesta quarta-feira (08) um outro grupo formado por 25 agremiações nacionais anunciaram um novo bloco para negociação de direitos de transmissão em conjunto.

Sem consenso entre os 40 clubes das Séries A e B sobre a formalização de uma liga nacional, como inicialmente era o objetivo, as equipes estão formalizando grupos separados com o intuito de negociar as cotas de TV a partir de 2025.

"Hoje não existe uma liga para organizar o Campeonato Brasileiro. Por isso fundamos este grupo, para discutir o futebol brasileiro e negociar em conjunto. Não há boa vontade do lado da Libra. Com a Lei do Mandante, ninguém é mais do que ninguém", explica o presidente do Atlético Goianiense, Adson Batista, que está do lado contrário à Libra.

A decisão de formalizar um novo bloco ocorreu em reunião na sede da CBF nesta quarta, com a participação dos representantes dos 25 clubes que formam o grupo.

Bahia e Grêmio são os únicos que ainda não assumiram em qual lado ficarão. Ou se pretendem seguir individualmente.

Vale lembrar que com a nova Lei do Mandante, cada clube poderá negociar individualmente os jogos que fará como mandante com qualquer emissora de TV, plataforma de streaming ou até mesmo transmitir por conta própria.

O que a Libra propõe?

Do lado da Liga do Futebol Brasileiro (Libra), foi estabelecido que os direitos de transmissão serão divididos no seguinte esquema: 40% de divisão igualitária, 30% por performance e 30% por audiência e engajamento.

O que o novo bloco "anti-Libra" propõe?

Do outro lado, os 25 clubes decidiram pela seguinte divisão de cotas de TV: 50% de rateio igualitário, 25% de performance e 25% de audiência.

Também há discordância sobre os critérios que vão definir o peso da audiência no momento de divisão de cotas.

Estão do lado da Libra:

Botafogo, Cruzeiro, Corinthians, Flamengo, Guarani, Ituano, Novoritonzino, Palmeiras, Ponte Preta, Red Bull Bragantino, Santos, São Paulo e Vasco.

Já no novo bloco estão:

América Mineiro, Atlético Mineiro, Atlético Goianiense, Athletico Paranaense, Avaí, Brusque, Ceará, Chapecoense, Coritiba, CRB, Criciúma, CSA, Cuiabá, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Internacional, Juventude, Londrina, Náutico, Operário, Sampaio Corrêa, Sport, Tombense e Vila Nova.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.