é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Brasileiro

Publicada em 12 de fevereiro de 2021 às 11h37

Bahia deve ter Rodriguinho como titular e mudança tática

Dado indica provável utilização do camisa 10 na escalação inicial

Victor de Freitas

2020-06-22-14-51_caparodriguinho14
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia terá mudanças na escalação inicial que enfrentará o Atlético Mineiro, neste sábado (13). Além de afirmar que vem sofrendo com dificuldades para definir o time titular, por conta de desfalques por Covid-19, o técnico Dado Cavalcanti projeta o retorno de Rodriguinho.

Para a partida deste final de semana, Dado admite que deve realizar mudança na formação tática do time que vem atuando nas últimas semanas, saindo 4-3-3/4-2-3-1, em função da necessidade gerada pelas ausências.

“(...) Serei forçado a fazer modificações e talvez até mude a caracterização da nossa equipe em campo”, projeta o técnico.

Quanto à possibilidade de Rodriguinho voltar ao time titular neste final de semana, Dado Cavalcanti afirmou que o camisa 10 passou por um período de treinamentos intensos e que está pronto para assumir uma posição na equipe.

O técnico também diz entender que um momento decisivo requer grandes jogadores em campo e que, por isso, projeta entrar em campo com o meio-campista.

“Internamente temos a paciência necessária de às vezes excluir ele de jogo para ganhar treino, para ganhar lastro. Desde o pós-covid e a sequência de jogos, Rodriguinho fazendo parte do banco de reservas, ele acaba treinando menos. A gente chama de G2, o grupo de jogadores que ficam no banco. Eles não jogam tanto, não ganham lastro de campo, não treinam muito, pois estão à disposição. O pré-jogo deles não é muito exigente, o dia de jogo não treinam, e se pegarmos algumas viagens, o retorno para Salvador eles também não treinam. São três dias sem atividades. Isso compromete demais alguns atletas. Não só o Rodriguinho em si, mas outros atletas também. Então, tivemos uma estratégia diferente. Rodriguinho entendeu da importância de treinar um pouco mais. Ele está muito disposto. Desde a semana passada já foi bem melhor, ganhou resistência, força e confiança. Não só dele, mas principalmente da comissão técnica. Entendo que é o momento da adversidade, mas também é o momento de grandes jogadores. E Rodriguinho é um grande jogador. Então, existe expectativa grande pela utilização dele”, avaliou o treinador tricolor.

Rodriguinho entrou em campo pela última vez nos 25 minutos finais da partida contra o Sport, em Recife, no dia 24 de janeiro.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.