é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Brasileiro

Publicada em 18 de janeiro de 2021 às 11h14

Bahia já começa a pensar no Brasileirão Feminino A-1 após acesso

Time feminino ficou sem o título do Brasileiro A-2, mas vai jogar a elite a partir de março

Victor de Freitas

O título do Campeonato Brasileiro A-2 não veio, após eliminação na semifinal, mas o acesso para disputar a divisão A-1 está garantido. A partir de março, o Bahia jogará contra as melhores equipes do país na modalidade do futebol feminino.

Mesmo sem a conquista do título, a campanha no Brasileirão A-2 é valorizada pelo técnico Igor Morena. No entanto, o treinador também ressalta a necessidade de já voltar as atenções para a disputa do Campeonato Brasileiro A-1.

“Em paralelo ao trabalho, a gente vem tentando organizar situações, mas o foco era a competição. Já que infelizmente saímos, vamos virar a página e começar a pensar na Série A1, ver possíveis saídas e chegadas, trabalhar essa parte que vai ser preciso para entrar forte e competitivo", diz o técnico.

Sobre a derrota para o Botafogo, na Fonte Nova, o técnico acredita que faltou sorte para as Meninas de Aço na partida.

"Infelizmente o futebol tem dessas situações. Acho que a gente trabalhou bastante para tentar alcançar o objetivo. A gente começou aceitando o jogo do Botafogo, a nossa marcação não encaixou. Quando a gente conseguiu ajustar, começamos a ter oportunidades, tivemos chances de frente e infelizmente tava em um dia que a bola não quis entrar. Tivemos pênalti, a bola passeou na área do Botafogo e não tivemos o último pé para finalizar. O futebol prega dessas peças, mas a gente tem muito orgulho de tudo que elas construíram até aqui. A gente pensava muito no título, mas esse objetivo caiu”.

A equipe feminina tricolor fechou a competição com apenas uma derrota, justamente essa na partida de volta da semifinal. Apesar do revés, Igor Morena vê o resultado como aprendizado.

"Tivemos um aprendizado grande. A gente precisa ter experiências e esse grupo estava muito acostumado com triunfos. Veio o aprendizado de que o futebol tem dessas coisas. A gente sai com o crescimento de que a gente precisa trabalhar para que os resultados possam vir. A gente queria muito esse título, mas fica o aprendizado. Que façam dessa dor um crescimento na profissão delas".

O Brasileirão A-1 teve times como Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Grêmio, Internacional, Avaí/Kindermann, Ferroviária e Santos como os oito melhores da edição de 2020.

A equipe corintiana terminou como campeã, com o Avaí/Kindermann como vice.

Por outro lado, Iranduba, Audax-SP, Ponte Preta e Vitória foram rebaixados. O time rubro-negro, inclusive, perdeu todos os 15 jogos que disputou.

O Bahia será o único representante da região do Nordeste na elite do futebol feminino.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.