é goleada tricolor na internet
veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Mística inversa: saiba quantos gols o Bahia sofreu após os 49 minutos do segundo tempo

Notícia
Brasileiro
Publicada em 19 de setembro de 2023 às 13:07 por Alan Vasconcelos

 

bahxsan4
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

 

Com a derrota de ontem (18) contra o Santos, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Bahia chegou a marca de seis gols sofridos após os 49 minutos em partidas válidas pela Copa do Brasil e Brasileirão. Dois já sob o comando de Rogério Ceni.

Desses seis gols, quatro aconteceram na Arena Fonte Nova e foram responsáveis por mudar o resultado da partida. Veja os jogos:

 

Bahia 1×2 Santos (24ª rodada da Série A)

Coritiba 2×4 Bahia (23ª rodada da Série A)

Bahia 1×1 Grêmio (1º jogo das quartas de final da Copa do Brasil)

Bahia 1×2 Grêmio (13ª rodada da Série A)

Bahia 1×1 Santos (2ª jogo das oitavas de final da Copa do Brasil)

Internacional 2×0 Bahia (8ª rodada da Série A)

 

Relembre os gols tardios sofridos na Fonte Nova

 

Na segunda partida das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Santos, o Esquadrão vencia por 1×0 até que, após um escanteio cobrado na área, Bruno Mezenga cabeceou aos 50’ para empatar o jogo e levar o confronto para os pênaltis.

Contra o Grêmio, na 13ª rodada do Brasileirão, o Bahia saiu atrás, mas conseguiu empatar o duelo com um gol de Kayky aos 20 minutos do primeiro tempo. O resultado, na época, estava sendo aceito com tranquilidade pelo torcedor tricolor, visto que os gaúchos estavam na segunda posição do campeonato. Mas, o empate, que parecia vantajoso, se transformou em uma derrota amarga porque, aos exatos 49 minutos, em um cruzamento rasteiro, Gustavo Martins se jogou na pequena área para colocar o Grêmio na frente do placar.

O pesadelo se repetiu poucos dias depois, mais uma vez contra o Grêmio, mas dessa vez pelas quartas de final da Copa do Brasil. O Esquadrão vencia por 1×0 e levaria a vantagem da classificação para Porto Alegre, mas, novamente, aos 49 da segunda etapa, o Grêmio marcou um gol que mudaria o rumo da eliminatória. A jogada foi quase idêntica ao gol sofrido no jogo anterior, mas dessa vez quem empurrou a bola para o fundo das redes foi Cuiabano, que entrou no decorrer da partida.

Após estar vencendo o Santos por 1×0 e abrir momentaneamente sete pontos de vantagem em relação à zona de rebaixamento, o Bahia sofreu o empate aos 14’ do segundo tempo e a virada veio, mais uma vez, aos 49’ da etapa final.

É verdade que, além de terem sido fora de casa, os gols sofridos contra Internacional e Coritiba não contribuiram com o resultado final da partida, mas mesmo assim entram na estatística e devem ser tratados com atenção para a correção de um problema crônico que paira o time.

comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros.
O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios
impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

enquete

Após mais de 50 jogos pelo Bahia, como você avalia o trabalho de Rogério Ceni?
todas as enquetes
casas de apostas brasileiras