é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Brasileiro

Publicada em 18 de janeiro de 2023 às 15h58

Retro: A história do EC Bahia contra o Santos FC de Pelé

Da Redação

Pelé já jogou muitas vezes contra o Bahia, tanto em jogos na Vila Belmiro como também na Fonte Nova. Os baianos tiveram trabalho para vencer os santistas, mas conseguiram vitórias importantes ao longo da história de confrontos diretos entre as duas equipes em toda a história do Rei do Futebol.

O dia em que o milésimo gol de Pelé ficou no quase | by Luiz Gustavo  Ribeiro | Universidade do Esporte | Medium

Fonte: Luiz Gustavo Ribeiro | Universidade do Esporte | Medium

O primeiro jogo

Ao acompanhar os diversos jogos de hoje em dia seguindo o Futebol na Veia, é evidente que as disputas estão com muito mais cobertura do que antigamente, quando os torcedores só podiam acompanhar partidas via rádio. Naquele tempo, Pelé começava sua carreira e já tinha uma disputa pela frente contra o Bahia.

A partida de estreia entre Santos x Bahia com Pelé em campo em toda a história das duas equipes começou em 1936, quando o Rei do Futebol tinha apenas 15 anos de idade. O confronto foi realizado no dia 22 de agosto do mesmo ano em Salvador. Em um amistoso muito disputado, o Bahia levou a melhor ao vencer por 2 a 1.

Os jogos seguiram disputados entre os dois times, com goleadas massivas do Santos sobre o Bahia, como a de 5 a 1 em 1961 e a de 6 a 0 em 1964, por exemplo.

Bahia conquista o Brasil em jogo contra o Santos

Ao longo de toda a história do Rei do Futebol muitos lembram de todas as grandes jogadas que o craque fez, mas nem todos lembram dos títulos que ele disputou e acabou não conquistando. Ao observarmos o retrospecto Bahia x Santos, uma partida em especial faz os torcedores baianos terem orgulho de sua equipe.

O ano era 1960 e Bahia e Santos se enfrentaram no Maracanã para definir quem seria o campeão da Taça Brasil de 1959. Naquele tempo, o Tricolor contava com o artilheiro do campeonato em sua equipe, o craque Léo Briglia. Além dele, Alencar também marcou gols importantes para o Bahia na competição.

A final foi realizada em 3 jogos, já que no primeiro o Bahia venceu o Santos na Vila Belmiro por 3 a 2, sendo que Pelé marcou duas vezes. No jogo de volta - dessa vez, na Fonte Nova - o Bahia perdeu por 2 a 0 ao sofrer gols de Coutinho e do Rei do Futebol. A partida decisiva ficou agendada para o dia 29 de março.

Com um público de aproximadamente 20 mil pagantes, o Bahia conseguiu vencer o Santos de Pelé com uma vitória por 3 a 1. Além da conquista do título por parte do Tricolor, o jogo ficou marcado também pelo número de expulsões, já que Vicente do Bahia e Getúlio, Formiga, Dorval e Coutinho do Santos foram expulsos.

Além de conquistar a Taça Brasil daquele ano, o Bahia também se classificou para a Copa Libertadores de 1960, no que seria a 1ª participação do Tricolor na competição em toda a sua história. Esse foi definitivamente o confronto mais marcante do Santos de Pelé contra o Bahia.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.