é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Caio Vasconcelos
Publicada em 11/09/2020 às 01h14

Minha Análise - Bahia 0 x 2 Grêmio - BR2020

Meus Amigos,

Numa espécie de volta no tempo até a partida da demissão de Roger, o Bahia foi dominado pela equipe do Grêmio na maior parte do confronto válido pela 8ª rodada, perdendo merecidamente por 2-0 no Pituaço.

Com Mano Menezes nas tribunas, o treinador interino Claudinho Prates manteve praticamente a escalação que atuou contra o Internacional, apenas alterando os jogadores que estavam impossibilitados de jogar. A permanência de Gregore, com a entrada de Édson, buscou fortalecer o meio da área e deu a Daniel mais liberdade para se aproximar de Rodriguinho, Elber e Gilberto. O time iniciou num 442, variando para 433.

O Bahia começou o jogo bem os primeiros 25 minutos, criando chances principalmente nas arrancadas de Élber pelo meio, que apesar de ter sido mais uma vez uma nulidade na marcação do lateral adversário, conseguia levar vantagem contra os volantes do Grêmio. O Bahia teve 2 chances de marcar com Gilberto, mas Vanderlei salvou no primeiro lance e a péssima fase do camisa 9 se encarregou de botar a bola para fora no segundo. Nos últimos 27 jogos do Bahia na série A (19 do returno de 2019 + 8 jogos neste ano), Gilberto marcou somente 4 gols e só não esteve presente em 2 partidas. Muito pouco para quem tem o status de artilheiro e capitão do time. Rodriguinho e Elber ainda tiveram chances de marcar, mas não obtiveram êxito. E o ditado popular mais certo que existe voltou a aparecer. Quem não faz, toma.

Em um arremesso lateral, a zaga do Bahia, novamente mal posicionada, bateu cabeça e permitiu que Alisson, sem qualquer marcação na entrada da área, arrematasse para o filó. 0-1.

Depois disso o que se viu foi um Bahia em parafuso. O Grêmio teve algumas chances claras de ampliar mas Matheus Claus e a incompetência gremista impediram. Fim do primeiro tempo e a necessidade de corrigir os erros para evitar uma nova goleada.

Na segunda etapa o Bahia voltou com uma alteração. Saiu o garoto Édson para a entrada de Rossi. Não entendi qual foi a idéia de Cláudio Prates, visto que o problema estava no sistema defensivo. Com isso o Tricolor não voltou tão bem, cometendo muitos erros de passe, perdendo a bola em demasia. O recúo de Rodriguinho para armar mais as jogadas, abrindo Élber na esquerda e Rossi na direita não agregou em nada ao time, pois a marcação continuou ruim pelos lados e piorou no meio, já que Rodriguinho não tinha pernas para acompanhar os volantes gremistas. O Bahia ainda teve uma chance com Gilberto com boa defesa de Vanderlei. Mas logo em seguida o Grêmio foi lá e marcou o segundo. Com um buraco enorme no meio, o Bahia permitiu a chegada do volante Darlan, que bateu sem chances para Claus. 0-2.

Após o segundo gol o time do Bahia tentou diminuir o resultado, de forma atabalhoada, deixando muitos espaços na defesa. E o Grêmio não repetiu a goleada imposta pelo Flamengo porque seu ataque é pior que o do time carioca e porque Claus foi importante em pelo menos 2 lances. A parte ofensiva claudicava, tendo 2 oportunidades, uma com Rodriguinho na trave e outra com Élber que Vanderlei defendeu.

Se o torcedor criou esperanças num empate ao ver o Grêmio ser reduzido à dez jogadores, pela expulsão justa de Matheus Henrique, Gregore tratou de jogar um pá de cal com uma expulsão ridícula, típica de quem está com a cabeça fora do clube. Um atleta do seu gabarito não pode chegar daquela forma no adversário, ainda mais no momento que o jogo se encontrava.

O jogo acabou na expulsão. O resultado estava sacramentado, muito pela incapacidade do time de produzir algo mais. E o reflexo disso foi a saída de Gilberto para a entrada de Élton. Fechar o meio e tentar não perder de muito foi a tônica do fim da partida. 0-2 e muito trabalho para Mano Menezes nesta sua chegada, visto que as fragilidades do elenco são latentes. Precisamos de reforços em praticamente todas as posições.

Claus - Teria sido pior se não estivesse em campo.
Nino - Mais uma partida ruim (cansado de escrever isso). Precisa ir para o banco.
Ernando - Foi prejudicado pelos seus companheiros de setor. Mas não conseguiu segurar a defesa sozinho.
Juninho - Mal demais em campo. De novo (cansado de escrever isso). Precisa ir para o banco.
Matheus Bahia - Foi muito tímido no ataque. Não foi muito testado na marcação pois os ataques do Grêmio na sua maioria foram do lado direito da defesa. Fez sua estréia na série A
Édson - Foi prejudicado de forma direta pelo seu companheiro de meio. Bateu cabeça com Gregore durante todo o primeiro tempo.
Gregore - Difícil entender esta queda tão acentuada no seu futebol. A expulsão foi ridícula. Sua venda para a Turquia será necessária para todos.
Daniel - Se aproximou mais de Rodriguinho no primeiro tempo. Mas depois sucumbiu como os demais em campo.
Élber - Foi bem quando jogou centralizado, vindo buscar o jogo. Na segunda parte, aberto na esquerda não produziu o suficiente. Não pode deixar de apoiar defensivamente. Só quer bola no pé. O famoso não corre para ninguém.
Rodriguinho - Seu melhor rendimento é ao lado de Gilberto, sem recuar para vir buscar o jogo. Na segunda parte morreu, quando precisou vir no meio armar o jogo.
Gilberto - Um banco lhe cairia bem. Acredito que tenha muito potencial ainda, mas a fase é péssima. Muito ruim realmente.

Elton - Entrou e tentou diminuir o vexame,
Rossi - Entrou e pouco fez. Foi dominado pela defesa.
Clayson - Sassaricou muito. Achou poucos espaços. Jogo pobre.
Jadson - Não entendi a sua entrada. Seria melhor ter lançado Borel.
Marco Antônio - Entrou e pouco produziu.

Claudinho Prates - Tentou manter o esquema que havia sido trabalhado contra o Inter e não conseguiu se desvencilhar das teias de Renato Gaúcho. As substituição não surtiram efeito ofensivo mas evitaram uma goleada. Que entregue o cargo para Mano Menezes com um bom relatório sobre os atletas, pois muitos fazem hora extra no time titular.

Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.