é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Djalma Gomes
Publicada em 22/08/2019 às 17h11

Uma torcida que confia no seu presidente

Sou um convicto apolítico partidário, embora sempre me atualizando na medida do possível sobre tudo que se refere ao meio porque sou um brasileiro -- entre muitos -- que busca a informação da forma menos distorcida possível para estar a par dos acontecimentos normais no cotidiano desse jogo sujo de interesses pessoais que é a Política nacional, infelizmente.

-- Normalmente abordo nesta coluna só o futebol, porém do ecbahia.com sempre tive a prerrogativa do tema livre e vez por outra preciso usá-la.

Correm boatos sobre uma possível (...) saída de Bellintani para a Política e sei que isso deixa o torcedor do Bahia de olhos arregalados. Com razão. Segundo  se comentou à época, e nunca é demais lembrar, partiu do prefeito ACM Neto a indicação de Guilherme Bellintani à chapa que acabou vitoriosa levando-o ao cargo de presidente do Bahia...

Porém, o problema não vem de um convite do atual prefeito de Salvador, sim de uma sigla partidária contrária que de qualquer forma criou uma cortina de fumaça, e onde há fumaça há fogo. Mas será que a criatura trairia o criador? É óbvio que não.

ACM Neto tem o DNA da competência e o dom da sabedoria, e deve sim pensar em Bellintani para um outro momento mais à frente. Agora é a vez da consolidação de um projeto, bem como do seu conceito dentro do esporte em plena ascensão, é bom que se diga. Que Guilherme Bellintani cumprirá na íntegra o seu mandato, não restam dúvidas. Quiçá o segundo também na íntegra.

Vejo ainda duas situações que me fazem crer na impossibilidade desse desfecho contrário aos interesses da Nação Tricolor: caráter pessoal  e seriedade com a qual Bellintani trata o Bahia e a natural fidelidade ao seu amigo Neto. Portanto, nenhuma chance de aceitar o pressuposto convite.

Recentemente, assisti uma entrevista concedida pelo presidente do Bahia – feita de forma especial pelo competente profissional Pedro Sento Sé – que em meu entendimento dirimiu dúvidas e passou tranquilidades ao torcedor. Bellintani deixou bem claro que ainda não faz parte do seu projeto pessoal fazer esse voo migratório. Acha ele que o Bahia ainda é a sua prioridade e seria uma leviandade da sua parte divagar sobre algo não abordado diretamente com ele e, por isso mesmo, inócuo.

– O presidente do Bahia é atualmente a principal estrela dentro de um seleto grupo de clubes que não devem absolutamente nada aos seus jogadores, o que deveria servir de modelo para outros chamados grandes clubes que, exceto Grêmio, Internacional, Palmeiras e Flamengo, todos estão com salários -- carteira assinada -- e direito de imagem atrasados.

Na faixa intermediária, Avaí, Athletico-PR, Goiás, Bahia, CSA, Fortaleza e Ceará são clubes que pagam salários absolutamente em dia, têm excelentes estruturas e são muito bem planejados, tendo como fundamental princípio a organização.

O Bahia sai alguns passos na frente desses e avança mais em modernidade, isto porque a sua diretoria entendeu que sendo o clube uma instituição eclética e de várias grupos étnicos englobando raça, religião, territórios, culturas diferentes e outros, estaria fazendo através do futebol um algo mais para a sociedade e consequentemente atraindo mais simpatizantes de todas as partes. Isso também significa vendas de camisas que neste ano baterá na casa das 120 mil unidades vendidas -- anteriormente eram 70 mil unidades e o lucro era de cerca de R$ 11,00 por peça, e depois da marca própria o lucro passou para R$ 38,00/peça.

Com todo esse elenco de ações aproximado pela globalização, não seria democrático suficientemente se o Bahia não abrisse suas portas à Sociedade de forma ampla e irrestrita. As ações do excelente Marketing Tricolor tem mostrado isso não só ao Brasil como também ao exterior.

É por toda essa construção de um Bahia grande em todos os sentidos que Guilherme Bellintani vem trabalhando e certamente não deixará seu projeto no Esquadrão para que outro presidente possa dar sequência. Isto não conota vaidade, sim uma responsabilidade com a maior paixão de uma torcida que confia no seu presidente.

Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.