é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Divisões de Base

Publicada em 13 de janeiro de 2022 às 10h02

Bahia tem opção de compra de atacante destaque na Copinha

Jogador já marcou quatro gols e é um dos goleadores do torneio

Victor de Freitas

raisoares1
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Invicto na fase de grupos e com um triunfo tranquilo no primeiro mata-mata, o Bahia está garantido na terceira fase da Copa São Paulo de futebol júnior 2022. E um de seus destaques é o atacante Raí Soares.

Jogador de 20 anos, Raí chegou ao Bahia em abril de 2021, após se destacar pelo Fluminense do Piauí em um jogo da Copa do Brasil sub-20.

Na época, o atleta foi contratado por empréstimo e possui contrato até o final deste mês.

Entretanto, o vínculo que o trouxe emprestado ao Esquadrão de Aço conta com uma opção de compra estipulada com um valor consideravelmente baixo, sobretudo para os padrões do clube em 2021.

O Bahia pode adquirir 70% dos direitos econômicos do atacante Raí Soares por R$ 350 mil até o fim de janeiro.

Após ser utilizado em três categorias desde que chegou ao clube (sub-20, sub-23 e profissional), em seis competições distintas, já era esperado que o Bahia fosse exercer o direito que possui em contrato.

Com o destaque na Copa São Paulo, e possível olhares de outros clubes, a expectativa é de que a aquisição seja confirmada nos próximos dias.

Experiência na Série A

Dentre os jogadores que compõem o elenco que disputa a Copinha, Raí é o único que já atuou profissionalmente com a camisa do Bahia. E foi justamente em um duelo direto contra o rebaixamento, na Arena do Grêmio.

Na ocasião, o técnico Dado Cavalcanti havia acabado de ser demitido e o português Bruno Lopes, que dirigia a equipe tricolor no Brasileiro de Aspirantes, assumiu interinamente.

Uma das primeiras ações tomadas pelo treinador foi promover Raí Soares ao elenco profissional. Ele foi utilizado no segundo tempo campo diante do Grêmio, jogando por 35 minutos em seu primeiro jogo de primeira divisão.

Trajetória antes de chegar ao Esquadrão

Piauiense da cidade de Picos, Raí fez sua formação de base no Fluminense de Teresina. No clube, disputou competições estaduais e apareceu para o futebol regional e nacional através de torneios maiores.

Em 2020, jogou a Copinha pela primeira vez. E, no segundo semestre, participou da Copa do Nordeste sub-20.

No início de 2021, já tido como joia da base do Fluminense-PI, foi escalado em duas partidas do Campeonato Piuaiense profissional, além de disputar a primeira fase da Copa do Brasil sub-20.

Por ter atuado contra o Atlético Mineiro, o jogador foi avaliado de perto pelo gerente de futebol Júnior Chávare, conforme o próprio profissional ex-Bahia revelou durante entrevista no ano de 2021.

Números pelo Bahia em 2021

Em 2021, Rai defendeu a camisa do Bahia em 22 jogos, entre Baiano sub-20, Brasileiro sub-20, Nordeste sub-20, Brasileiro de Aspirantes e Série A.

Dessas atuações, nove delas foram como titular, sem marcar nenhum gol em nenhuma das competições disputadas. Porém, conquistou experiência em torneios de nível mais alto do que estava habituado a jogar no Piuaí.

Destaque na Copa São Paulo 2022

Raí Soares atua como ponta esquerda no time dirigido por Fernando Oliveira e é o principal goleador do Bahia na Copinha.

Ele tem demonstrado poder de finalização dentro da grande área, além de mobilidade para se desvencilhar dos defensores.

São quatro gols marcados em quatro jogos na Copinha, aparecendo em quarto lugar na artilharia geral da competição.

Figueiredo, do Vasco, tem seis gols; Daniel, do Atlético-GO, e Werik, do Oeste, possuem cinco gols.

Ganhou vaga na Copinha por regra extraordinária

Devido ao cancelamento da Copa São Paulo de 2021, devido ao cenário de pandemia no país, jogadores nascidos em 2001 haviam perdido a última chance de disputar a competição, já que completariam 20 anos.

Como forma de compensação, a FPF permitiu que, extraordinariamente em 2022, jogadores que vão completar 21 anos neste ano pudessem atuar.

É o caso de Raí, atleta da geração 2001, e que completará 21 anos no próximo mês de outubro.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.