é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 13 de novembro de 2022 às 18h26

Bellintani comenta gestão no Bahia: 'melhor na área de negócios'

Presidente faz comparativo entre sua atuação nas questões empresariais do Bahia com a gestão de futebol

Victor de Freitas

bellintani83
Fonte: Reprodução / Youtube

Presidente do Bahia desde 2018, Guilherme Bellintani conviveu com momentos de altos e baixos ao longo de seus cinco anos de gestão na Diretoria Executiva tricolor, com elogios e críticas por diferentes razões nesse período.

Enquanto havia resultados satisfatórios em campo, os elogios se davam tanto para o trabalho em campo, mas sempre com ênfase maior para a sua atuação na gestão administrativa tricolor.

Mesmo com uma reeleição na qual recebeu 86% dos votos, em dezembro de 2020, o presidente já recebia críticas relativas à gestão do futebol, que se tornaram mais firmes a partir de 2021. Erros nas escolhas do futebol geraram o rebaixamento tricolor, por exemplo.

Em entrevista à Rádio Metrópole, o dirigente fez uma avaliação comparativa sobre seu trabalho empresarial na administração do Bahia e na gestão de futebol.

“Eu não tenho dúvida que, pelo o que a gente executou na parte empresarial do Bahia, o futebol ficou muito abaixo disso. E o rebaixamento é uma prova disso. Eu não fui competente no futebol, como a gente conseguiu ser em vários outros setores do clube, na parte de negócios, receitas, organização do clube e uma série de outras coisas, como crescimento patrimonial com centro de treinamento...”

Bellintani admite entender que o seu legado estará nos negócios que realizou à frente do clube e não pelos resultados de campo.

“Não tenho dúvidas de que o meu legado na parte de negócios e crescimento do clube, e projeção nacional do clube, sendo representante em discussões nacionais, ganhou uma relevância muito grande, e o futebol ficou muito abaixo do que poderíamos obter. Em partes por erros e em parte por circunstâncias do futebol.

“(...) Mas eu tenho a noção exata de que a minha expertise, a minha habilidade, é muito maior na área de negócios e gestão do que no futebol. Não tenho nenhuma dúvida disso”.

Gestão do futebol nas mãos do Grupo City

E é com essa visão que Bellintani afirma entender que não precisará opinar sobre situações relativas ao futebol após a aprovação da SAF.

“A gente está fazendo parceria com um grupo que tem 12 clubes pelo mundo. Eles sabem timing de contratação valores. Eles estudam e são especialistas nisso. Mas como não é um assunto que me cabe mais, eu não vou me meter nas contratações do ano que vem”.

A gestão Guilherme Bellintani e Vitor Ferraz tem mandato no Esquadrão até o fim de 2023.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.