é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 13 de abril de 2021 às 09h10

Bellintani diz que não pode ‘descartar’ jogadores apenas por má fase

Presidente comenta sobre Douglas e Juninho Capixaba, criticados pela torcida, e fala em recuperar atletas em fases ruins

Victor de Freitas

O Bahia tem passado por um processo de reformulação de elenco após o fiasco da temporada de 2020. Até o momento, nove contratações foram feitas, diversos atletas já deram adeus ao clube e ainda haverá mais chegadas e saídas.

Após uma temporada de decepções dentro de campo, o Tricolor iniciou a temporada de 2021 pressionado para obter resultados melhores nessa temporada. Com isso, a paciência da torcida com alguns jogadores também já está em um nível muito menor.

São os casos do goleiro Douglas e do lateral-esquerdo Juninho Capixaba. Questionados ao longo de 2020, os dois atletas seguem sendo alvos de críticas fortes no início das competições de 2021 e muitos torcedores cobram reposições para os dois atletas.

Em entrevista na Rádio Metrópole, o presidente Guilherme Bellintani foi perguntado especificamente sobre esses dois atletas. Ele relembrou a temporada decepcionante, o décifit financeiro que o clube atualmente enfrenta em função da pandemia e destacou que não vai se desfazer de atletas simplesmente por má fase.

“A gente tem passado por um processo grande de reformulação do elenco, já disse isso algumas vezes. Está claro para nós que a temporada de 2020 foi bastante decepcionante. Temos dois objetivos em 2021: primeiro é recuperação financeira do clube, que em breve estaremos divulgando o balanço de 2020, muito duro para o clube, vai se aproximar de R$ 50 milhões de déficit por causa da pandemia, receitas frustradas. Zeramos receita de público, tivemos redução significativa no plano de sócios, nas vendas de jogadores e isso gerou um déficit. Mas a bola notícia é que esse déficit já começamos a recuperar em 2021 com a venda de atletas e a redução de custos do próprio clube. E o segundo objetivo é a reformulação do elenco. Já estamos tendo uma reformulação muito maior em nossa gestão”.

Bellintani alertou para a torcida de que não é para esperar dispensas e saídas de jogadores que já mostraram valor, mas que atualmente passam por má fase.

“O que o torcedor pode esperar é uma mudança muito grande. Agora, não espere que vamos fazer caça às bruxas com atletas em fase ruim. Não quero ficar pontuando atleta A ou B, mas se a gente for tomar decisões de jogar fora, expulsar do clube, atletas que passam fases ruins, vamos jogar atleta fora o tempo todo. Aconteceu com Nino, com Zé Rafael antes de vendermos para o Palmeiras e com Gregore na volta pós-paralisação em 2020”.

O presidente fala em buscar a recuperação técnica dos atletas que estão passando por momentos ruins e reafirmou que é impossível substituir o elenco inteiro apenas por má fase.

“Temos característica sempre reforçar o elenco, mas também não esquecendo que atletas passam por fases ruins e que nós temos que buscar a recuperação desses atletas. Não dá para sair substituindo todo mundo”.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.