é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 08 de maio de 2021 às 19h02

Bellintani vê taça como presente atrasado de sua gestão e exalta Dado

Presidente diz que trabalho de Dado Cavalcanti é a prova de que não precisa ter um medalhão para conquistar sucesso

Victor de Freitas

bellintani56
Fonte: Reprodução / NordesteFC

Desde que assumiu a presidência do Bahia, Guilherme Bellintani havia perdido duas finais de Copa do Nordeste: em 2018 e em 2020. Desta vez, ele comemora pela primeira vez um título regional como presidente do Esquadrão de Aço.

Em entrevista para o NordesteFC após a conquista do título, Bellintani afirmou que o tetracampeonato regional é um presente atrasado de sua gestão para a torcida.

“Em um momento como esse, passa uma boa gestão que fizemos nos três primeiros anos, mas a gente ainda não tinha conseguido um título maior que o Baiano e se cobrava muito. Essa cobrança foi importante para que a gente conseguisse superar. Especialmente em um momento de pandemia, falei há pouco sobre a Jotinha e nele simbolizando todo mundo que a gente perdeu. Perdemos muitas pessoas importantes para o clube, pessoas que vão fazer falta, mas que devem ser lembradas. É um prêmio que a torcida recebe atrasado da minha gestão. Queria muito ter entregado isso antes, mas chegou a hora”.

O presidente tricolor também exaltou o trabalho feito por Dado Cavalcanti à frente do time tricolor, destacando a importância de um treinador nordestino, que já estava no clube antes de assumir o comando da equipe, levantar uma taça tão importante.

“Um treinador nordestino, jovem, é muito importante dizer isso. A gente está muito acostumado em fazer julgamentos muito antecipados, todo mundo cancela todo mundo muito rapidamente. Precisamos ter um futebol mais tolerante. Futebol deve ser motivo de agregação das pessoas e não de tanto ódio, como vemos de vez em quando. Então, é bom um treinador que chegou desconfiado como Dado”.

Bellintani diz que a escolha do clube em apostar em Dado mostra que é necessário ter paciência e acreditar no trabalho de profissionais que não são medalhões.

“Ele representa a crença de que a gente às vezes não vai buscar a solução em medalhões e vai buscar justamente às vezes soluções que estão perto da nossa casa, como foi Dado. Um nordestino que ganha a Copa do Nordeste com todo esse grupo lindo”.

Além do Nordestão 2021, Bellintani também foi campeão baiano de 2018, 2019 e 2020.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.