é goleada tricolor na internet
veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Ceni cobra maturidade para segurar vantagem e vê falhas em gols sofridos

Notícia
Entrevista
Publicada em 13 de abril de 2024 às 21:50 por Victor de Freitas

ceni72
Fonte: Letícia Martins / EC Bahia

O Bahia estreou com uma derrota por 2 a 1 sofrida diante do Internacional, fora de casa, em uma virada com gols no segundo tempo.

Após a partida, o técnico Rogério Ceni concedeu a tradicional entrevista coletiva, na qual avaliou a atuação da sua equipe como ‘imatura’ pela forma como a virada do Inter aconteceu, em especial pelo gol em cobrança de lateral.

O que fica é que temos que ter mais maturidade com vantagem fora de casa, colocar o adversário em situação mais difícil por mais tempo. Falta de atenção nossa. Mas (gol de) lateral foge um pouco do padrão da gente”.

Além da reclamação pelo gol sofrido após um arremesso lateral, Ceni também criticou a equipe pelo segundo gol, em uma jogada que havia sido identificada como ponto forte do adversário.

“Estava um jogo truncado, difícil, poucas oportunidades de gol. A gente sofreu o gol no minuto 70, por aí. A gente poderia ter tentado segurar minimamente, deixar o time nervoso. Tomar um gol de lateral, da maneira como foi, é complicado. E aí o torcedor começa a cantar, o adversário cresce. Dois gols de bola parada, lateral e bola no segundo pau, sabíamos que escanteio no segundo pau”.

O Bahia vem de uma final de Campeonato Baiano que ficou marcada justamente por uma derrota de virada no jogo de ida. Mas, para Ceni, os motivos para o revés deste sábado são diferentes.

“Diferente dos outros jogos, hoje foram gols atípicos. Lateral, aí é realmente uma falta de atenção. Não há outra conotação que não seja falta de concentração. Na bola parada, também é o time que mais jogou. É uma preocupação, por isso faço trocas com jogadores altos. Mesmo assim, a gente vem sofrendo. Já tinha trocado os três homens de frente. Se a gente se abre mais poderia ter tomado o terceiro gol. De Pena no lugar do Everton quando ele baixou a intensidade. Tivemos chance com Everaldo faltando um minuto. A chave foi não ter conseguido segurar a vantagem”.

Como viu o adversário

“É difícil, tenho que primeiro me preocupar com o Bahia e aonde a gente pode chegar. Inter foi competitivo, jogo relativamente parelho. Inter aproveitou melhor quando desconcentramos. Por tradição, Inter tem condições de brigar na parte de cima da tabela, assim como nós temos condições de fazer um campeonato bem melhor que ano passado”.

Quer receber notícias do Bahia no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo exclusivo para notícias do Esquadrão!

comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros.
O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios
impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

enquete

Após mais de 50 jogos pelo Bahia, como você avalia o trabalho de Rogério Ceni?
todas as enquetes
casas de apostas brasileiras