é goleada tricolor na internet
veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Ceni defende atuação do Bahia, mas diz que faltou calma para ‘matar o jogo’

Notícia
Entrevista
Publicada em 13 de março de 2024 às 08:07 por Victor de Freitas

ceni62
Fonte: Tiago Caldas / EC Bahia

O Bahia sofreu, mas conseguiu avançar na Copa do Brasil precisando da disputa por pênaltis contra o Caxias, nesta última terça-feira (12), no Rio Grande do Sul.

Em uma partida que terminou empatada em 2 a 2 no tempo regulamentar, o técnico Rogério Ceni avalia a atuação tricolor como positiva sob o ponto de vista do controle do jogo.

No entanto, o treinador fez uma cobrança ao time por não ter matado a partida antes de levar o segundo gol.

“Tirando aquele gol contra, eles tiveram uma única oportunidade de gol o jogo todo. Nós controlamos bem o jogo, fizemos gols. Se vocês analisarem cada gol são gols bonitos, construídos com toque de bola, como é característica de nosso time. Mas nós tivemos alguns bons contra-ataques para fazer o terceiro gol. E em um jogo de Copa do Brasil, se faz necessário fazer a vantagem de dois gols para matar o jogo”.

Ceni também dá méritos ao Caxias por ter conseguido, em suas palavras, ‘encontrar’ o gol no fim.

“Eles tiveram méritos de defender o jogo todo e encontrar a chance de gol no final”.

“Mas eu destaco muito mais o lado positivo. O meio de campo foi muito bem, acho que cansamos um pouco no final. Eu tentei escalar um time mais alto, com Rezende e Everaldo, porque eu sabia da qualidade da bola aérea, sabia que eles tentariam e teriam as melhores oportunidades assim. Cuesta iniciou a jogada do primeiro gol, Kanu iniciou a jogada do segundo. Passes decisivos. Acho que foi um bom jogo”.

Apesar de defender a atuação tricolor, ele ressalta que faltou calma para definir o jogo sem sofrimento.

O placar não reflete o que foi o jogo. E o sofrimento final acontece porque não tivemos calma para finalizar o jogo antes do segundo gol do Caxias”.

Para o treinador, o empate não condiz com uma atuação que ele julga como ‘tão boa’, em especial citando a dupla de ataque Everaldo e Thaciano e o quarteto de meio-campo.

“Eu fico tranquilo. Lamento só que uma atuação tão boa tenha sido levada para essa situação dos pênaltis. Acho que tem uma diferença muito grande de propostas e execução nesse jogo. É uma pena causar essa impressão de que a gente não fez um bom jogo. Mas Everaldo e Thaciano fizeram grande partida. Os quatro do meio foram muito bem. Acho que fizemos uma grande partida. Gostei muito de como jogamos. Só lamento não ter vencido antes”.

O Bahia vai a campo novamente no sábado (16), contra o Jequié, para definir a vaga na final do Baianão.

Quer receber notícias do Bahia no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo exclusivo para notícias do Esquadrão!

comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros.
O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios
impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

enquete

Após mais de 50 jogos pelo Bahia, como você avalia o trabalho de Rogério Ceni?
todas as enquetes
casas de apostas brasileiras