é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 06 de junho de 2021 às 06h53

Dado cita incômodo por gols sofridos e insatisfação com atuação

Treinador afirmou ter visto adversário superior durante toda a partida e que derrota não seria injusta

Victor de Freitas

dado41
Fonte: Divulgação / EC Bahia

O Bahia abriu dois gols de vantagem no estádio Nabi Abi Chedid, mas seguiu levando pressão durante toda a partida, cedendo uma virada e conseguiu um empate tardio. Após o resultado de 3 a 3 contra o Red Bull Bragantino, o técnico Dado Cavalcanti demonstrou insatisfação com o desempenho de sua equipe.

O principal motivo que deixa o treinador insatisfeito é o fato de a equipe ter tomado três gols. Ele se mostrou incomodado tanto com o número de bolas nas redes, mas também pela falta de organização de setores de sua própria equipe.

“Tomar três gols em um jogo não podemos entender como algo normal. Importante fazer as reflexões sobre o que aconteceu sobre como os gols foram tomados. São números expressivos. Vou tomar todo cuidado para destrinchar como aconteceram os gols. Previamente tenho uma hipótese, mas não vou me precipitar nesse julgamento. Estamos alertas e espero que não se repita no restante da temporada”.

“Incomodou muito. Foi o diferencial do jogo. A nossa construção não foi efetiva. Tomamos dois gols com as perdas de bola. Não dá para culpar o sistema defensivo. É um erro de organização ofensiva. Demos duas bolas para o adversário. Se faz necessária a avaliação quantitativa, mas a avaliação qualitativa, vou rever. Não foi só o sistema defensivo, foi muito mais a nossa organização ofensiva que não foi efetiva. Não criamos a superioridade que a gente tem criado em outros jogos e hoje fez a diferença”.

Insatisfação com performance da equipe

“Quando a gente marca mais por dentro, abre mais os lados. Quando marca os lados, abre o meio. Acho e visualizo que tivemos dificuldades na contenção muito mais pela intensidade do jogo. Mas se eu começar a fazer mudanças significativas em cima dos adversários, vou mudar todos os jogos e nossa equipe não vai ter padrão, não vai repetir escalação. Vamos mudar jogo a jogo. Prefiro fazer como estou fazendo. Acho que estamos rendendo, hoje não, deixo claro. Hoje não foi legal a performance. São ajustes que precisam ser feitos”.

Bahia recuou após os gols marcados?

Sobre pergunta feita pelo ecbahia.com quanto à postura do Bahia após marcar dois gols, Dado respondeu afirmando que o adversário já era superior mesmo quando o Esquadrão abriu vantagem no placar.

“Não foi estratégia. Vamos ser sinceros também. Os dois gols aconteceram não foi por volúpia ofensiva, não foi porque agredimos o adversário. Mesmo com os dois gols, o adversário já era superior. Um time muito intenso, muito veloz. Antes dos dois gols, o jogo já estava desigual, Bragantino já era melhor. Isso não será escondido por mim. Não sinto nenhum peso em falar sobre isso”.

Derrota não seria injusta

“Acho que não, não seria. Mas não acho o empate absurdo. Bragantino teve mais volume, teve mais posse, pressionou melhor. Acho que a pressão do Bragantino foi o diferencial e a falta de pressão que a gente exerceu. Acho que foi o diferencial, o peso da balança. Mas também tivemos chances. Empate não foi algo absurdo”.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.