é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 08 de março de 2021 às 21h40

Dado comenta sobre promover jogadores para o elenco principal

Treinador fala sobre possibilidade de usar jogadores do sub-20 e do time de transição

Victor de Freitas

O Bahia iniciou 2021 com um elenco repleto de carências, ainda maiores do que as que eram evidentes em 2020. Com um grupo curto de atletas, após oito saírem ao fim da temporada passada, o técnico Dado Cavalcanti tem sido frequentemente questionado sobre a possibilidade de promover atletas do time de transição ou do sub-20.

Com o tema abordado em diversas entrevistas, Dado Cavalcanti tem afirmado que não pretende desfalcar o time de transição. A não ser que seja para utilizar o atleta como titular, o que não será feito neste momento, segundo o treinador afirma.

Ainda segundo Dado, a promoção de jogadores da base para o elenco profissional não passa, necessariamente, pela equipe de transição. Assim como foi feito com a integração do defensor Kauan Sérgio, de 18 anos, que tem treinado com o time principal em razão do baixo número de opções no setor.

“A equipe de transição não é uma barreira. Se existe um jogador de destaque no sub-20, vai pular para o profissional de forma plena. Não precisa necessariamente passar pelo transição para jogar no profissional. Porém, a equipe do sub-20 também está passando por reformulação porque vários foram promovidos. O sub-20 ainda está em uma fase primária de amadurecimento, vai disputar a Copa do Brasil sub-20. Nossa equipe de transição é uma equipe muito nova, no aspecto de jogadores, e é mais jovem do que o time do ano passado. Esses jogadores estão sendo monitorados de perto, o Claudinho (Prates) é nosso auxiliar, trocamos muitas ideias. Não tenho intenção de desfalcar a equipe de transição, que também está jogando um campeonato importante para o Bahia. Eu vou desfalcar quando for a intenção de desfalcar para que eles joguem (no profissional). Se for para ficar no banco, deixa lá (no transição)”, afirmou o treinador, em live com o canal Sou Mais Bahia.

Outro tema que gera curiosidade entre torcedores do Bahia é sobre a ausência de Hélio Júnior, tanto nos jogos do time de transição, como também nos treinos da equipe principal.

Dado explicou que o lateral-esquerdo sofreu uma lesão muscular justamente quando iria ser promovido ao elenco profissional, no final de dezembro de 2020. Ele subiria junto com Thiago Andrade. Com isso, ainda está em fase final de recondicionamento físico.

“O Hélio quando subiu para o profissional, teve uma lesão importante. Não disputou as finais da Copa do Brasil sub-20 e ficou quase um mês sem jogar. Perdeu tempo considerável. Hoje, ele está fazendo parte do time de transição. Está na fase de transição física do time de transição, voltando a ser possivelmente relacionado e vamos acompanhar a evolução dele e dos outros atletas do sub-23, para que a gente absorva atletas”.

O técnico também ressalta a necessidade de promover atletas do elenco de transição em algum momento, como forma de preencher lacunas no elenco.

“Até porque, é uma lacuna aberta para ser preenchida, até por uma questão de orçamento. É importante para o Bahia absorver alguns desses jogadores para enxugar nossa folha e permitir outros reforços”.

O Esquadrão entra em campo nesta terça (09), contra o Campinense, pela Copa do Brasil.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.