é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 03 de abril de 2021 às 19h06

Dado vê atuação do Bahia como boa e diz que 'detalhe' decidiu o jogo

Técnico vê jogo brigado e de igual para igual

Victor de Freitas

Pela terceira vez consecutiva, o Bahia foi derrotado depois de ter aplicado goleada na partida anterior. Desta vez, o Esquadrão viajou a capital cearense empolgado pelo triunfo por 5 a 0 diante do Altos, mas perdeu por 2 a 1 para o Fortaleza.

Após o jogo, o técnico Dado Cavalcanti concedeu a tradicional entrevista coletiva e avaliou o desempenho de seus jogadores ao longo dos 90 minutos disputados no Castelão.

Questionado sobre o motivo de ter sofrido a terceira derrota após goleadas na partida anterior, Dado Cavalcanti afirmou que este foi um jogo diferente dos jogos em que o Tricolor perdeu para Vitória e CSA, afirmando ter ficado satisfeito com o que viu em campo.

“Entendo os questionamentos sobre os três jogos que perdemos, mas eu separo eles por terem sido jogos bem diferente. No jogo de hoje, tivemos dificuldades como tivemos em outros momentos. Foi um jogo de igual para igual, não dá para isolar somente a questão de criação, mas sim da equipe toda, do que criamos durante os 90 minutos. Foi um jogo decidido nos detalhes, um jogo que não demos espaços e nem eles nos deram. Um jogo brigado, lutado, falado até demais. Mas eu descaracterizo da junção dos outros dois jogos (Vitória e CSA), porque os outros que nós perdemos eu posso afirmar que este foi o jogo que a gente mais jogou. Estivemos bem melhor em campo e infelizmente nos fugiu o resultado no final”.

Perguntado pelo ecbahia.com sobre os erros defensivos que seguem incomodando e causando estragos nas partidas, Dado reafirmou sua posição de que o sistema de defesa não é o único responsável pelos gols sofridos.

“Entendo que não dá para julgar apenas o sistema defensivo. Se toma um gol, toma todo mundo. No segundo gol, tínhamos a bola dominada, perdemos e rapidamente tomamos o contra-ataque. Não dá para credenciar um gol desse ao sistema defensivo sendo que todos participaram. A gente não teve a competência de ficar com a bola, depois disso ainda tivemos a oportunidade de exercer uma pressão pós-perda e não aconteceu. Depois disso, ainda tínhamos a possibilidade de fazer um controle de profundidade e também não aconteceu".

Além de admitir falha do time como um todo no segundo gol, Dado afirmou que a arbitragem errou ao não marcar falta do atacante David sobre o lateral Nino.

“E na junção dos erros, acrescentando a eles a arbitragem, acabou acontecendo o segundo gol do adversário”.

Também questionado pelo ecbahia.com sobre quando Luiz Otávio estreará, Dado optou por uma resposta resumida.

“A estreia do Luiz Otávio está bem próxima de acontecer”.

Thaciano e Matheus Galdezani em campo

“Foi pouco tempo, mas acho importante os jogadores irem entrando em campo para assimilarem a ideia da nossa equipe, a ideia de jogo. Foi um jogo de pouco espaço e os jogadores de meio acabam sentindo um pouquinho mais, por não estarem acostumado à rotatividade do meio, por ter um adversário que está ganhando o jogo e se defendendo muito mais. Foi importante os dois entrarem em campo. É o primeiro passo que eles deram para a temporada vestindo a camisa do Bahia e um passo importante para eles irem conhecendo e se adaptando ao nosso grupo de jogadores, para que façam mais tempo e melhores jogos à frente”.

Jogo decidido no detalhe

“Os erros são inerentes de quem está em campo. Acontece. Quem está em campo, erra, mas é claro que a gente vai fazer o mlehor para não errar tanto. O jogo de hoje não foi um dos jogos em que erramos mais. Foi um jogo muito mais brigado, um espírito do que aconteceu no jogo passado. Sabíamos que o Fortaleza estava muito mordido pelo 4x0 do Brasileiro, porém não corremos dessa luta. Encaramos de igual para igual o Fortaleza de novo. Acho que nós fizemos um bom jogo. Foi decidido no detalhe. O detalhe fez a diferença para o resultado final. Entendo como um jogo em que a gente encarou, procurou, buscou, mas temos margem para melhora e evolução”.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.