é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 04 de outubro de 2021 às 15h46

Daniel explica protesto e garante união para tirar o Bahia do Z-4

'O clima aqui dentro do Bahia é só um, é todo mundo unido', afirma o meia

Victor de Freitas

daniel30
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Os jogadores do Bahia voltaram a falar com a imprensa. Após o pagamento do mês de salário que estava em atraso, o meia Daniel concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira (04) e deu sua versão sobre a situação interna do grupo.

Questionado sobre o movimento feito pelos jogadores para cobrar valores que estavam atrasados – e que ainda estão, no caso dos direitos de imagem – o meia Daniel afirmou que a palavra não é protesto, mas sim uma ‘conversa sincera com a diretoria’.

A palavra não é nem protesto. Acho que foi uma conversa verdadeira, sincera, como sempre aconteceu aqui dentro entre jogadores e diretoria. Ninguém ficou sem falar, teve entrevista de jogador, pelo que vi, apresentação do Cirino e do Raí”, afirmou o jogador.

Daniel também afirma que o clima interno é de união para livrar o Bahia do rebaixamento mais uma vez.

“A única coisa que posso falar para o torcedor é que o clima aqui dentro do Bahia é só um, é todo mundo unido, o foco é tirar o time o mais rápido dessa situação. É só isso no que a gente está preocupado, em tirar o time dessa zona e contra o Corinthians conseguir um triunfo lá de qualquer jeito”.

Primeiro com torcida desde o início da pandemia

“Preparação para enfrentar a torcida não tem como. A gente se prepara para enfrentar o Corinthians dentro de campo. São 11 contra 11. Com torcedor sempre tem fator externo que ajudar o time da casa, dá um gás a mais. Mas tem que ter a motivação de acabar com a festa deles. A gente não vê a hora de jogar aqui com nosso torcedor. Infelizmente não foi liberado contra o Ceará, a gente queria muito ter jogado com o nosso torcedor. Mas passou, não aconteceu. Agora tem que voltar dessas duas viagens embalado para aí sim reencontrar nosso torcedor na Fonte Nova”.

Disputa por titularidade

“Tem que continuar trabalhando, não posso desanimar, nosso treinador já demonstrou que ele tem uma linha de trabalho que monta o time muito em função do time que vai jogar contra. Muitos jogadores às vezes não estão na relação, depois jogam de titular, ficam no banco, entram. Ele está mostrando que vai utilizar todo mundo, que é um grupo, que ele não tem os 11 definidos. Isso é legal, aumenta a competitividade, todo mundo fica motivado”.

Em busca de uma nova arrancada

“Espero que sim. O que a gente tem sempre que transmitir para o torcedor é luta, não deixar de acreditar nunca, até o final, independente do resultado que esteja em campo, a gente não pode deixar de lutar. Acho que a gente está conseguindo transmitir isso, apesar dos resultados serem ruins, não está faltando garra, raça dentro de campo. Agora tem que alinhar isso com o resultado”.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.