é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 23 de fevereiro de 2021 às 13h48

Elenco quer continuidade do trabalho de Dado Cavalcanti em 2021

Rodriguinho lamenta trocas no comando e diz que elenco quer Dado

Victor de Freitas

rodriguinho37
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

A temporada tricolor foi marcada por decepção nas principais competições disputadas em 2020, sendo finalizada de forma desesperadora com uma luta contra o rebaixamento até a penúltima rodada do Brasileirão.

Um dos jogadores mais experientes do elenco do Bahia, Rodriguinho afirmou que a falta de consistência de atuações boas na temporada tem como fator principal as trocas de treinadores ao longo da Série A.

Para o meia, o fato de ter havido três técnicos diferentes, além do interino Cláudio Prates em algumas rodadas, foi decisivo para que a equipe não conseguisse evoluir como esperava. E também diz que o esquema de jogo atual, proposto por Dado, é o ideal.

“A gente queria que jogasse todo jogo (da forma como jogou contra o Fortaleza). Infelizmente muitas mudanças de treinadores diferentes, com padrões diferentes, acabaram com que a equipe não demonstrasse um crescimento tão grande. Agora, parece que achamos uma maneira de jogar. Acertamos muitas coisas que não estavam tão boas. Conseguimos achar este estilo de jogo, que foi efetivo contra Atlético e Fortaleza, e que a gente quer repetir agora na próxima temporada”, disse o camisa 10.

Elenco do Bahia quer continuidade de Dado para 2021

Além de afirmar que o sistema de jogo atual tem sido satisfatório, Rodriguinho também disse que o grupo espera pela continuidade de Dado Cavalcanti no comando técnico.

“Aqui, nunca faltou trabalho, dedicação. Era problema do futebol, maneira de jogar, não estávamos encaixando os jogos. Tivemos vários problemas. Agora, parece que a equipe demonstrou um crescimento bom. A gente espera dar continuidade ao trabalho do Dado, que seja um ano bem melhor do que a gente teve e que a gente possa se empenhar cada vez mais. A diretoria deve sentar para decidir quem vai ser útil, quem não vai, quem vai chegar. E a gente tentar melhorar nossas atuações.

A última partida da temporada de 2020 acontecerá na quinta-feira (25), contra o Santos, na Fonte Nova. O Bahia precisa vencer e torcer por um tropeço do Sport para ir à Sul-americana.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.