é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 07 de junho de 2021 às 17h19

Gilberto deixa futuro de lado e diz: ‘estou focado no presente'

Atacante diz estar buscando objetivos a curto prazo antes de pensar no futuro

Victor de Freitas

Em sua quarta temporada pelo Bahia, Gilberto tem alcançado números importantes, como por exemplo se firmar entre os maiores goleadores da história do clube. Entrevistado do dia no CT Evaristo de Macedo, o jogador foi abordado sobre este assunto e respondeu quanto ao que pensa acerca do futuro.

Com 69 gols desde que chegou ao Bahia, o centroavante reafirmou sua postura de não focar em números individuais e que o mais importante é conquistar títulos.

“Primeiro que eu nunca pensei em bater números, nunca fui jogador de pensar em números. Uma coisa que surgiu bastante agora. Ter números é importante, mas a carreira é a torcida quem diz se você for bom ou ruim. Sendo campeão você sempre vai ser bom. Graças a Deus conquistei o título da Copa do Nordeste e entrei para um grupo seleto de jogadores que têm título no clube. Quero mais, é importante ter mais”.

Renovação? Futuro no futebol? Gilberto afirma ter foco só no presente

Um dos assuntos que mais abordados ultimamente no Bahia é o contrato de Gilberto. O atacante está vinculado ao Esquadrão apenas até o fim de dezembro deste ano.

Com a dúvida sobre a permanência ou não para 2022, Gilberto afirma que está focado somente em conquistar seus objetivos atuais.

“Sobre a renovação, acho que Bellintani já deixou claro. Eu não estou envolvido. Estou imbuído daquilo que se faz o clube na questão do esporte, buscar os resultados jogo a jogo, melhorando aquilo que tenho de atributos físicos e de futebol para ajudar. Esse é o mais importante. Sobre as outras coisas não tenho que falar nada”.

“Gente, temos que viver o hoje. Não dá para pensar no futuro se as coisas não tiveram indo bem, desempenhando o melhor. Sempre penso no presente e deixo o futuro para quem precisa pensar, que são os meus empresários. Quando a gente foca no presente, para buscar objetivos isso traz recompensa. Sempre pensei assim. Vou pensar no futuro, sendo que a gente tem Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil”.

Desempenho pessoal depende do coletivo

“Nosso time é muito qualificado e no outro jogo Rossi e Thaciano se destacaram, fizeram gols e assistência e consequentemente saímos com triunfo. É uma coisa coletiva. Quando coletivo vai bem, todo mundo vai bem”.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.