é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 09 de outubro de 2021 às 22h39

Guto detalha opções táticas e ‘convoca’ torcida para jogo de terça

Treinador quer ver os 30% de assentos liberados da Fonte Nova com torcedores

Victor de Freitas

guto5
Fonte: Vitor Tamar / EC Bahia

O Bahia voltou a vencer no Brasileirão. E foi justamente na reestreia do técnico Guto Ferreira. Com apenas dois trabalhos táticos, o treinador mudou completamente a forma de jogar da equipe, em relação ao jogo anterior, e saiu de campo com um triunfo por 2 a 0.

Em entrevista após a partida, o ecbahia.com perguntou ao treinador sobre o tamanho da importância de retornar ao Bahia em um momento tão complicado como esse.

O treinador agradeceu por diretores e torcedores estarem lhe passando confiança. Ele aproveitou ainda para fazer uma convocação direta para a nação tricolor, pedindo para os 15 mil lugares disponíveis estarem ocupados na Fonte Nova.

“Tenho que agradecer à confiança da direção e que foi endossada, segundo os amigos, pelos torcedores, com uma aceitação muito grande. Esse tipo de situação nos deixa bastante feliz e confiantes para tocar. Mais do que nunca, precisamos de você, torcedor, junto com a gente. Jogo contra o Palmeiras tem a volta da torcida, com 15 mil lugares. Se eu conheço você, torcedor, não vai ficar ninguém de fora. Os 15 mil lugares vão ser ocupados. Venha e jogue junto. Vai ser um jogo difícil, mas pode ter certeza que vamos nos entregar muito. E preciso que você, torcedor, empurre, incentive, acredite, mesmo nas horas difíceis”.

Ideias táticas para vencer o Athletico Paranaense

Em uma resposta didática, Guto Ferreira explicou detalhadamente as suas ideias táticas para sair da Arena da Baixada comemorando um triunfo. Segundo ele, todas as ações foram voltadas para proteger o sistema defensivo.

“Nossa zaga estava tendo alguns problemas e eles (Athletico) jogam com três zagueiros, soltando bastante os dois alas. Então, em determinado momento tivemos que formar uma linha de cinco ou de seis. Então, coloquei Matheus Bahia mais postado, saindo só na bola, e no balanço, na direita deles, Capixaba “balançava” na linha de cinco. Quando era na esquerda deles, era Raí. Quando Capixaba fechava a linha de cinco, Raí vinha para o lado oposto, mas atento na diagonal oposta. Conseguíamos fechar as vindas de Nikão e Terans para dentro e, jogando com os três volantes, Daniel e Mugni se revezavam no ataque”.

“Gilberto, centralizado no último homem deles, fez com que a gente fechasse as zonas de passes e impedisse que eles saíssem com muita facilidade. Roubamos muitas bolas, na hora que tivemos a posse conseguimos jogar bem”.

“Tivemos velocidade com Raí pela direita, dobrando com Nino, e pela esquerda, com Juninho, com a passagem de Mugni e com a passagem menor de Matheus Bahia. Quando ele passava, segurávamos Patick e Daniel para ter equilíbrio defensivo”.

Satisfeito com a atuação do time

“Resgate da confiança, organização e entrega. O Campeonato Brasileiro é extremamente equilibrado, decidido em detalhes, onde a somatória de ações qualificadas é o que faz a diferença. Acho que o Bahia teve isso em seu triunfo, muitas ações qualificadas, assertivas, superiores às ações do Athletico”.

Fator motivacional

“É só mostrar a qualidade do grupo, o que eles conquistaram esse ano. Não é fácil fazer o que eles fizeram até aqui. É uma questão de disciplina, assumir responsabilidades e foco. Então, o que eu busquei foi mostrar para que eles têm tudo isso. É colocar em prática, um fazer pelo outro. E levar o astral, deixar o ambiente mais leve, trazer energia positiva”.

Trabalho coletivo

“Sempre que você conhece características, ajuda a moldar. Fazemos sempre um trabalho em equipe, ouvindo todo o staff. Houve um trabalho do departamento de análise de desempenho muito qualificado, um trabalho diretivo de apoio muito bom. Só foi possível correr o que a gente correu graças ao trabalho da preparação física. Danilo fez o que fez devido ao trabalho do Rogério (Lima, preparador de goleiros). Trabalho em equipe é mostrar a importância de cada um e cada um assumir sua responsabilidade”.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.