é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 10 de janeiro de 2022 às 18h48

João Paulo Sanches diz o que esperar de seu trabalho no Bahia

Novo gerente de futebol contou sobre suas experiências e estilo de trabalho

Victor de Freitas

jpsanches1
Fonte: Rafael Machaddo / EC Bahia

Após demitir Lucas Drubscky e Júnior Chávare, respectivamente Executivo e Gerente de futebol em 2021, o Bahia anunciou João Paulo Sanches, ex-Atlético Goianiense, para a gerência do departamento. Nesta segunda (10), o profissional foi apresentado oficialmente à imprensa.

Famoso por suas idas e vindas no Atlético, João Paulo acumulou experiências em diversas funções do clube goianiense, inclusive como auxiliar técnico e até mesmo como treinador do time principal, cargo que exerceu em 2017 e como interino em outras ocasiões, como em 2021.

Contratado para assumir o posto de Gerente de futebol do Bahia, o profissional contou sobre sua vivência no futebol e garantiu estar pronto para executar a função no Esquadrão.

“Se falarmos nessa função de gerência e você mensurar como leitura de mercado, conhecimento de atletas, feeling de dia a dia, venho executando essa função entre idas e vindas desde 2012. Estamos falando de 11, 12 anos. Temos essa expectativa de poder mais fomentar isso para todos os clubes que passamos, na Série A ou Série B”.

Apesar de ter atuado no cargo de coordenador de futebol no Dragão, ele garante que a função na gestão não é novidade.

“Função não é novidade na minha carreira, se aproxima muito do que fiz nos últimos anos, tirando algumas oportunidades de dentro de campo que eu vinha executando como treinador. O que muda é a nomenclatura. O executar dessa função é muito próximo nos clubes anteriores que passei”, acrescenta.

Como irá trabalhar no Bahia?

João Paulo Sanches falou também sobre o a torcida pode esperar de seu trabalho no clube tricolor. Também garantiu que costuma atuar discretamente. Por isso, mesmo estando longe dos holofotes garante que estará trabalhando ativamente.

“Como disse, no Atlético-GO e nos clubes anteriores, eu era um elo de ligação muito próximo, de muita confiança, entre atletas e comissão, entre atletas e diretoria, entre a própria comissão e a diretoria, sempre muito atuante no dia a dia, apenas com um detalhe: nunca fazendo questão de ser muito visto. Acho que a vaidade é algo que incomoda muito no futebol e se torna desnecessária”.

Com mais de uma década de trabalho próximo à diretoria dos clubes por onde passou, Sanches fala também em ‘fazer mais com menos’.

“Essa vivência, longevidade na função, nos traz isso. É conhecer todos os atletas, características. Isso te aproxima do êxito. Conseguimos, às vezes, criar mais possibilidades com menos recursos financeiros. Então, a nossa ideia é analisar tudo que temos, com muita discussão, troca de ideias entre todos”.

Aval para contratação de Willian Maranhão

“Em relação a Willian Maranhão, foi um atleta com quem trabalhei nos últimos dois anos e tivemos uma conversa sim com a diretoria”.

Pretende retomar a metodologia de jogadores de bom custo x benefício no Bahia?

“Cada clube tem sua característica, sua identidade, seu tamanho. O Bahia é muito forte por si só. O Bahia tem sua tradição. Nossa ideia é aqui, sim, procurar sempre, com muito respeito, o entendimento que temos internamente, nos fortalecer com atletas que tenham fome, que entendam o que é vestir a camisa do Bahia, que saibam que dentro de campo têm que fazer muito mais, que o Bahia merece uma situação melhor e vamos buscar isso”.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.