é goleada tricolor na internet
veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Juba se vê em adaptação e diz estar disposto a atuar em função recuada

Notícia
Entrevista
Publicada em 16 de novembro de 2023 às 14:34 por Victor de Freitas

juba5
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Luciano Juba foi o pivô de uma longa novela que durou quase seis meses desde a primeira informação que deu conta da sua assinatura com o Bahia, ainda em março. Após chegar ao Esquadrão em setembro, já possui dez partidas disputadas, mas ainda está distante do que se espera após seu destaque pelo Sport.

Meia-atacante de 24 anos, Juba chegou ao Bahia após 20 gols e 18 assistências com a camisa da equipe pernambucana somente de janeiro a agosto deste ano. Pelo Esquadrão, busca se firmar entre as principais opções do elenco.

Para ele, é uma questão de adaptação ao novo clube e às novas ideias de jogo.

“Questão de adaptação, acostumado no Sport. Chegando aqui, outra questão, outros companheiros, outro estilo de jogo. Tenho certeza que nessa reta final vou dar meu máximo para contribuir em campo e ajudar o Bahia da melhor maneira possível”.

No Sport, sua função principal era de ponta pelo lado esquerdo – que no Bahia tem Biel como titular e Ratão como reserva imediato. Do lado direito, Ademir é o principal jogador e tem ficado no banco.

Sendo assim, Juba atuou como ala nos dois últimos jogos, ganhando a disputa com os laterais Matheus Bahia e Ryan. Ele garante estar disposto a atuar na função mais recuada para ajudar a equipe.

Já atuei bastante nessa função, como ala, já falei que estou à disposição para atuar ali. Professor vai decidir quem vai estar jogando, claro, mas estou sempre à disposição, e, se a oportunidade for minha, vou ter que dar meu máximo para ajudar o Bahia a conquistar resultados positivos”.

No segundo dia de preparação visando o Corinthians, o atleta também comentou sobre o trabalho feito por Rogério Ceni.

“Desde o jogo do Athletico, passou o dia e a gente já falou em virar a chave e focar no Corinthians. É o que a gente vem fazendo, trabalhando com o professor Rogério para fazer um grande jogo lá. Nossa concentração tem que estar lá em cima, concentrado do começo até o final para sair de lá com o triunfo. Se Deus quiser, vai dar tudo certo lá”.

Com a volta de Camilo Cándido, Juba deve retornar para o banco de reservas na próxima rodada. Ao mesmo tempo, ele ainda disputa lugar no setor ofensivo com a ausência de Everaldo e possível mudança de esquema tático.

comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros.
O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios
impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

enquete

Após mais de 50 jogos pelo Bahia, como você avalia o trabalho de Rogério Ceni?
todas as enquetes
casas de apostas brasileiras