é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 16 de janeiro de 2023 às 15h01

Kayky promete individualidade, mas também jogo coletivo no Bahia

Atacante detalha processo de decisão para jogar pelo Tricolor em 2023

Victor de Freitas

kayky1
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Kayky é um dos grandes nomes anunciados pelo Bahia para a temporada de 2023. Tratado como joia pelo Manchester City, o atleta de 19 anos retorna ao futebol brasileiro com foco na temporada com a camisa tricolor, mas também mirando o futuro.

“Para mim, é uma honra estar no Bahia por conta da história que o clube teve no passado e espero poder ajudar o Bahia a triunfar no futuro”, falou o jogador, em sua apresentação.

Conhecido por ser um atleta que atua nas pontas, canhoto, com principal característica de drible, o atacante promete demonstrar seu talento individual, mas também promete um jogo coletivo.

“Sou um jogador de ir para cima, do 1x1, mas também sou coletivo. Gosto de dar assistências, fazer gol. Como vim da quadra do futsal, gosto de fazer tabelas, de um jogo bem trabalhado, de time como a posse assim como é o estilo do mister. Então, podem esperar que eu vou para cima quando precisar, mas na hora de tranquilizar o jogo eu também sei”.

Acerto para jogar pelo Esquadrão

Kayky estava jogando pelo Paços de Ferreira, de Portugal, mas não vinha conseguindo se firmar na equipe da primeira divisão portuguesa.

Apesar de ter recebido outras propostas de clubes europeus para os próximos seis meses, o jogador e o Grupo City tomaram a decisão de um empréstimo de 12 meses no Bahia.

“São escolhas. São decisões que você precisa tomar em determinado momento. Quando você vê que as coisas na Europa não estão saindo da forma como você quer, e você é novo, precisa tentar se reconstruir. É lógico que eu cheguei no nível muito alto, que é o futebol da Inglaterra, e chegar tão novo sabendo que lá não jogam tantos jovens como aqui no Brasil, e precisar ter paciência de esperar... Então, é um trabalho coletivo. Não é só a minha escolha, como também é do Grupo. Preferimos voltar ao Brasil para ganhar confiança de novo e mais para frente poder voltar ou seguir outro caminho”.

O que espera para o ano do Bahia

“A ansiedade da torcida é a nossa, nós também estamos ansiosos, até porque treinamos e participamos da pré-temporada (ele e Diego Rosa). Tinha que ficar escondido nas fotos, mas estávamos treinando (risos). Chego mais preparado. Mesmo saindo jovem do Brasil, já tive a experiência de uma Série A e sei da importância e das dificuldades. Chego mais preparado, o time está se reconstruindo, então é tudo novo. Espero fazer um bom trabalho e com certeza será muito mais positivo do que coisas negativas”.

Futebol brasileiro mais forte em 2023

“O futebol brasileiro já foi um dos maiores e mesmo eu estando na Europa, acompanhava. O futebol esse ano aqui está muito forte. Acho que nunca vi o futebol brasileiro tão forte, nos últimos anos, como vai ser esse ano. As equipes virando SAF e podendo trazer jogadores mais experientes e da Europa. Acho que vai ser um baita campeonato e uma grande experiência. Foi por isso que eu vim”.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.