é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 09 de maio de 2022 às 17h24

Luiz Otávio avalia evolução defensiva e vê time comprometido

Zagueiro dá crédito a todo o grupo por melhora nos números defensivos

Victor de Freitas

luizotavio18
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Considerado como principal nome do setor defensivo do Bahia em 2022, Luiz Otávio é também um dos jogadores com mais partidas disputadas no ano. Com isso, é peça-chave para a evolução da defesa tricolor ao longo do ano.

Em entrevista na véspera do duelo contra o Azuriz, pela Copa do Brasil, o zagueiro falou sobre o que mudou de 2021 para 2022, afirmou ver um time mais equilibrado e com mais obrigações táticas de defesa.

“Melhora vem no contexto do grupo. Todos estão empenhados em fazer suas respectivas funções. A linha da frente, além de gols, ajuda demais com essa marcação. Parabenizo muito eles por fazer a bola chegar mascada pra cortarmos. Sem falar no goleiro que traz muita confiança e segurança. É mérito do grupo todo”, falou o “xerife” da zaga tricolor.

“Eu acho que é o equilíbrio. Estamos tendo mais equilíbrio na parte de ter de defender. Então, todos vão defender. E na parte ofensiva, apesar de estar atacando, já preparando a equipe para pressionar e roubar a bola em caso de perda”.

Pressão pós-perda e marcação alta

Contra o Londrina, o Bahia marcou seus dois primeiros gols conseguindo roubar bolas no campo de ataque, o que possibilitou aproveitar a defesa adversária desarrumada.

“A gente vem treinando muito essa parte ofensiva e automaticamente a gente tem que ter uma marcação muito forte em cima do adversário. O professor Guto vem frisando bem essa parte de atacar marcando, de ter uma pressão pós-perda da bola. Então, a gente praticando esse exercício durante a partida, e bem feito, eu creio que vai dar tudo certo”.

O que fazer para vencer o Azuriz?

“Ser um time intenso. Romper a barreira feita por eles e buscar o gol. Treinamos muito durante a semana. Creio que com muito empenho, entrega de todos, vamos buscar sair de lá classificados”.

Jogar pela esquerda dificulta?

“Eu venho fazendo isso desde que joguei na Chapecoense. Na época, o professor precisou do zagueiro pela esquerda e eu me dispus a fazer. Até então, me acostumei com a posição. Tem um pouco de dificuldade pelo fato de eu ser destro, mas consigo utilizar bem a perna esquerda. Então não vejo grande dificuldade em jogar pela esquerda”.

Luiz Otávio será titular na partida desta terça (10), contra o Azuriz, às 20h30.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.