é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 05 de setembro de 2022 às 18h40

Mugni avalia mudança de estilo e se vê como um jogador competitivo

Argentino iniciou a carreira como 'camisa 10' e hoje atua em diversas posições do meio-campo

Victor de Freitas

mugni26
Fonte: Rafael Machaddo / EC Bahia

O início da carreira de Lucas Mugni foi como um meia-armador. Em 2014, ele foi adquirido pelo Flamengo, onde chegou para jogar com a camisa 10 sob elogios de Zico.

Após insucesso na equipe flamenguista e em outros clubes nos anos seguintes, chegando a atuar até no futebol boliviano, o meia só voltou a ganhar destaque quando mudou sua forma de jogar.

Hoje, Mugni é um dos jogadores mais versáteis do elenco tricolor. Já atuou nas duas pontas, como meia e vem se destacando como segundo volante.

Aos 30 anos, o meio-campista argentino afirma estar satisfeito com o estilo de jogo que o fez recuperar sua carreira – após afirmação no Sport, em 2020, e no Bahia, desde 2021.

Entretanto, ele também garante que mantém suas raízes quando tem a bola nos pés, buscando a criação de jogadas, mas sem deixar de focar no aspecto coletivo.

“Eu virei um jogador muito competitivo. Eu gosto sempre de jogar. Sinceramente, eu quero jogar. Dentro do campo, eu não largo meu estilo. Gosto de jogar. Vou me colocar para o grupo. Sempre que estiver com a bola, vou tentar fazer um estilo, que é o antigo, de jogar. Mas o treinador pede, eu tento me adaptar. Isso não é um esporte individual, é coletivo. Então, se eu puder ajudar o grupo, a melhor maneira é essa, estar à disposição do grupo”.

Virada contra o Tombense

“A gente foi para o vestiário falando isso. A gente fez de tudo para fazer o gol, mas não saiu. Saiu o gol deles, sem chutar no gol. Sinceramente, foi um cruzamento. Sem chutar no gol. Mas com as coisas claras de que a gente estava jogando bem e que, continuando dessa maneira, a gente ia estar muito perto de empatar”.

Gol marcado

“Sinceramente, lindo. É bom quando você marca. Acho que foi bom pelo estilo. A gente conseguiu empatar, depois virar. Foi muito especial. Mas com a cabeça sabendo que tem muito pela frente ainda”.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.



casas de apostas brasileiras