é goleada tricolor na internet
veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Na coletiva, Paiva diz ter dificuldade para explicar derrota do Bahia

Notícia
Entrevista
Publicada em 24 de junho de 2023 às 22:21 por Douglas Santana
Fonte: Felipe Oliveira/EC Bahia

“São coisas difíceis de explicar”. Assim, o técnico Renato Paiva resumiu mais uma derrota do Bahia no brasileiro, após o apagão tricolor no segundo tempo que definiu o placar diante do Fluminense, por 2 a 1, no Maracanã.

Apesar do professor ter explicado aos jogadores sobre o que era para fazer na etapa final, com os ajustes no time, Paiva não soube explicar os dois gols sofridos em seis minutos pelo Bahia.

“São coisas difíceis de explicar. Aquilo que fizemos no intervalo foi corrigir posicionamentos, porque o Fluminense, mesmo com um jogador a menos, estava a nos causar algumas dificuldades, por fora. Nós corrigimos o posicionamento. Informamos os jogadores como tínhamos que defender. Eles tinham um jogador a menos no processo ofensivo e também para transição ofensiva nossa. Depois aconteceu o que aconteceu”, disse Paiva.

O erro individual do lateral-direito Cicinho, no lance que deu origem ao primeiro gol do Fluminense, não passou despercebido pelo treinador tricolor, que comentou sobre a falha do atleta.

“Um erro individual acabou por dar o primeiro gol, a lesão do Danilo não tem a ver com o Claus, mas como a equipe estava a funcionar. Parece que voltamos aos jogos de antigamente, em que nos acontece tudo. (…) E o segundo gol vem muito rápido no momento em que nossa equipe não estava em campo. A partir daí, corrigimos”, explica.

Por fim, Paiva falou sobre os constantes desfalques que o time tem sofrido nos últimos jogos, principalmente envolvendo problemas físicos. Com tantas ausências, o jeito é encontrar soluções dentro do próprio elenco.

“O que tentamos fazer é encontrar soluções. Botar até jogadores fora dos lugares, por causa da lesão. Nunca me verão aqui sentado me queixando de não ter Biel ou Jacaré. Tenho Kayky, Cicinho, tenho um elenco. Jogadores de qualidade. Escolher o melhor possível. Os que não estavam jogando estão melhorando, como Kayky. Às vezes, o azar de um é sorte do outro”, finaliza.

Foi a sexta derrota do Bahia em 12 jogos pelo Campeonato Brasileiro. Na tabela, o Esquadrão possui 12 pontos, permanecendo momentaneamente na 14ª posição. No fechamento da rodada, o tricolor corre o risco de ser ultrapassado pelo Goiás, que abre a zona de rebaixamento com 11 pontos e visita o Bragantino.

comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros.
O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios
impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

enquete

Após mais de 50 jogos pelo Bahia, como você avalia o trabalho de Rogério Ceni?
todas as enquetes
casas de apostas brasileiras