é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 19 de outubro de 2021 às 17h32

Sant’Ana critica montagem de elencos e gestão do Bahia na pandemia

Ex-presidente tricolor afirmou que clube fez mais gastos do que poderia arcar

Victor de Freitas

Presidente do Bahia no triênio 2015-2017, Marcelo Sant’Ana costuma fazer comentários sobre o Esquadrão, como torcedor, após deixar o clube. Desta vez, em entrevista ao programa Jogo Aberto Bahia, ele fez duras críticas ao trabalho feito pela atual gestão nos últimos anos.

Na opinião do ex-dirigente tricolor, a pandemia gerou impactos em todos os clubes, mas não é a única justificativa para os problemas financeiros do Bahia. Ele comparou ainda com o futebol cearense, que vive sua melhor fase justamente entre 2020 e 2021.

“Essa questão da pandemia levou as receitas dos clubes para 2017. Reconheço que a pandemia impacta, mas não pode ser desculpa. A referência hoje é o futebol do estado do Ceará. Tiveram Ferroviária e Floresta na Série C. É trabalho, desenvolvimento, o Bahia deu prejuízo de 40 milhões e os cearenses de 15 milhões”, falou, Sant’Ana.

Para ele, a gestão Bellintani montou elencos caros, acima do que o clube poderia arcar nas duas últimas temporadas, o que tem gerado impacto direto nas contas do clube desde o ano passado.

“Isso tem planejamento de orçamento, folha salarial que você não consegue corrigir quando você tem um elenco caro, como o Bahia tinha 2020, 2019. Caro, além da capacidade de pagar. Tem que ter pé no chão para se desenvolver com altos e baixos naturais do esporte”.

Outra crítica feita por Sant'Ana diz a respeito do perfil dos jogadores que estão sendo contratados ultimamente pelo clube.

“O Fortaleza tem perfil de jogador que busca crescer, ser negociado e vendido. Bahia e Ceará buscaram jogadores mais consolidados, acho que o perfil correto é o do Fortaleza. Eu errei em 2016 com Thiago Ribeiro e nunca mais repeti. Fiz um time de jogadores desconhecidos", finalizou.

Marcelo Sant'Ana foi eleito com 41% dos votos em dezembro de 2014 e ficou no clube até o fim de 2017, quando Guilherme Bellintani assumiu o clube para o primeiro mandato.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.