é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 23 de março de 2024 às 16h44

Santoro avalia dificuldades no ‘ano zero’ e montagem do elenco para 2024

Após dificuldades em 2023, Grupo City viu a necessidade de elevar o nível do elenco para 2024

Victor de Freitas

santoro13
Fonte: Reprodução / Youtube

Carlos Santoro foi o entrevistado deste sábado (23) do podcast Futebol S/A, no qual comentou sobre inúmeros aspectos relacionados às novas operações do Bahia desde a implementação da SAF.

Dentre os temas que mais atraem o interesse da torcida tricolor, Santoro foi questionado sobre como o Grupo City viu o ano de 2023 feito pelo Bahia e a estratégia de mercado adotada para o clube em 2024.

"A gente tinha total conhecimento de que ia ser um ano muito difícil por conta dos clubes que tinham subido. Já havia o entendimento que o ano passado seria um ano muito difícil, mas a gente não pode negar que quando a gente faz uma análise no final de que a gente teve mais dificuldade do que a gente esperava. Eu falei na minha primeira entrevista que o nosso objetivo era se manter no ano zero na Série A sem sofrimento, não foi o que aconteceu. A gente precisa fazer uma análise em cima disso, não podemos fugir dessa questão”.

Diante das dificuldades maiores do que eram esperadas no “ano zero” da SAF, foi necessário buscar contratações de maior impacto no mês de julho, o que não estava previsto inicialmente, como a chegada de Gilberto.

“Tentamos fazer uma montagem de elenco onde a gente precisou fazer operações em julho porque tínhamos a necessidade, tínhamos coisas previstas como a operação do Gilberto, que foi muito elogiada no momento. Então a gente sabe que qualquer atleta às vezes vai oscilar um pouquinho”.

Série A de 2023 teve nível mais alto do que o esperado

As contratações feitas em julho, incluindo Gilberto, Camilo Cándido e Rafael Ratão, foram feitas pela surpresa quanto ao nível da Série A no ano passado.

"Quando a gente faz uma operação dessa é porque o Grupo também entende que a competição está num nível mais alto do que era esperado. Eu acho que quando a gente olha o que aconteceu, sem citar o Grêmio, que disputou a Série B com elenco de Série A, mas a gente tinha informação que mesmo com eles reduzindo a folha, eles tinham três vezes mais folha em relação Vasco, Cruzeiro e Bahia. Eles não desmontaram, fizeram vendas importantes, mas mantiveram o elenco. Quando a gente vê esses clubes brigando até o final pelo rebaixamento, a gente enxerga que não é fácil já querer atingir um nível mais alto de competição no ano zero”.

Segundo Santoro, o planejamento para 2024 foi feito com base nas dificuldades de 2023. E, para ele, foram trazidos reforços que geraram forte impacto não só para o elenco, mas no mercado como um todo.

“A gente obviamente estudou muito o que foi feito, entendemos que nesse ano era muito difícil a concorrência no mercado. Hoje o mercado entende que o jogador tem o seu valor e isso mudou e inflacionou a concorrência no mercado. E faz parte. Quando se faz um investimento, deve se adaptar ao mercado.

"A movimentação que tivemos nesse mercado de janeiro foi para entender que tínhamos a necessidade de tornar o elenco mais competitivo para atingirmos um nível de competitividade melhor na temporada

“A gente corrigiu muita coisa e trouxe reforços que pudessem impactar no mercado. Mas precisamos ser sinceros que foi um ano de aprendizado, não de irresponsabilidade. Foi um ano difícil não só para Bahia, mas para Cruzeiro e Vasco. Não podemos repetir os erros, mas, sim, aprender com eles, e espero que a gente siga no caminho para continuar crescendo dentro da expectativa que temos sempre que controlar”.

Dos reforços trazidos até então, Everton Ribeiro, Caio Alexandre, Jean Lucas, Cuesta e Arias são titulares da equipe na maioria dos principais jogos. Oscar Estupiñán foi o último reforço trazido na janela, enquanto Iago Borduchi chegará em julho.

Quer receber notícias do Bahia no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo exclusivo para notícias do Esquadrão!

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.



casas de apostas brasileiras