é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | História

Publicada em 20 de novembro de 2021 às 11h09

Bahia é um dos 7 clubes com cláusulas antirracistas em contratos

Clube possui dispositivos legais para punir funcionários que cometerem atos racistas

Victor de Freitas

consciencianegra
Fonte: InfoEsporte

Nos 50 anos da Consciência Negra, o esporte não poder deixar de ter atuação a luta antirracista. O Esporte Clube Bahia, inclusive, é um dos clubes que tomaram espaço de destaque e assumiram forte postura de apoio à causa, sendo um dos precursores de campanhas contra discriminação racial nos últimos anos.

Neste dia 20 de novembro, o Esquadrão de Aço se destaca entre os times da Série A que possuem políticas internas de combate a atitudes racistas entre seus funcionários, independentemente se são colaboradores ou jogadores.

Em levantamento feito pelo portal ge, o Bahia é um dos sete clubes da primeira divisão que possuem dispositivos para punir funcionários por atitudes racistas.

Também possuem cláusulas contra atitudes discriminatórias: Bragantino, Ceará, Corinthians, Cuiabá, Internacional e Palmeiras.

Além de cláusula antirracistas, também há contra outros tipos de discriminação, como homofobia, intolerância religiosa ou xenofobia.

A ação foi tomada pelo Bahia após a acusação, que logo depois se mostrou sem fundamento, do meia Gerson contra o colombiano Índio Ramírez.

Logo após a reintegração do jogador, em dezembro do ano passado, o clube anunciou que iria incluir cláusulas antirracistas em seus contratos de trabalho.

Ao ge, o vice-presidente Vitor Ferraz comentou o assunto.

“Nos chamou a atenção para implementarmos uma cláusula prevendo a possibilidade de punição mais rigorosa a qualquer funcionário incluindo os atletas, em caso de adoção de ações preconceituosas. Seja preconceito racial, por orientação sexual, ou religiosa. Isso totalmente de acordo com o que o Bahia acredita”.

Como um clube de futebol, mas com responsabilidade social diante de milhões de torcedores, o Bahia lançou, nesta semana da Consciência Negra, uma camisa em alusão às raízes africanas. O clube também apoia o Observatório da Discriminação Racial no Futebol em diversas ações extracampo.

Desde 1971, a data marca a morte de Zumbi dos Palmares. O dia da Consciência Negra é um símbolo da busca por justiça e celebração da vida do povo negro no Brasil.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.