é goleada tricolor na internet
veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Campanha do Bahia contra ‘cultura do estupro’ gera repercussão nacional

Notícia
Marketing
Publicada em 24 de março de 2024 às 19:31 por Victor de Freitas

campanhabahia2
Fonte: Divulgação

O Bahia voltou a ganhar destaque nacional ao lançar mais uma campanha que convida o mundo do futebol a ingressar no debate de um tema de interesse público.

Nessa semana, o clube iniciou uma campanha contra a “cultura do estupro”, justamente em meio a casos de ex-atletas condenados fora do país.

No vídeo lançado pelo clube, uma mulher aparece saindo de uma banheira, desorientada, enquanto um narrador reproduz falas machistas, dentre elas:

“‘Deixe de besteira que um psiuzinho na rua não mata ninguém’. ‘Se não for para lavar, passar e cozinhar, para mim não serve’”, “‘Rapaz, a novinha, poder ter a idade que for, dando mole para mim…’, ‘Mulher minha não se arruma para sair sozinha. Será mesmo que ela não quis?”.

A peça publicitária é finalizada com a seguinte mensagem:

Se você pensa e tem atitudes machistas, você alimenta uma cultura: a cultura do estupro. (…) A culpa é sua, o corpo não”. Assista ao vídeo completo aqui.

Repercussão nacional

Ao longo dos dias, a campanha feita pelo clube foi compartilhada e enaltecida por diversos veículos de mídia, jornalistas e personalidades a nível nacional.

O site Dibradoras, formada exclusivamente por mulheres jornalistas, publicou:

“Não é de hoje que o @ecbahia encabeça campanhas relevantes, trazendo luz à temas importantes. Dessa vez não foi diferente ao se posicionar contra a cultura do estupro. A conscientização de uma sociedade ajuda a construir um mundo melhor para todos nós”.

“Nosso muito obrigado, @ecbahia. Extremamente necessário”, escreveu, por sua vez, a página @apaixonadasfut.

O perfil @DoentesPFutebol também destacou: “Vídeo de coragem, impactante e necessário. Golaço do @ecbahia”.

“Posicionamento! É isso que se espera sobre temas tão urgentes. O Bahia lança campanha contra a cultura do estupro. Parabéns a quem comanda o @ecbahia por levantar essa voz”, escreveu André Gallindo, repórter do Grupo Globo.

Além do futebol, o perfil @NacaoMultivrsal, que fala sobre filmes e séries, também deixou seu destaque ao vídeo publicado pelo clube.

“Forte e necessário. O Esporte Clube Bahia divulga vídeo contra a cultura do estupro. A cada 8 minutos uma mulher é estuprada no Brasil. Muitas são silenciadas, outras ceifadas, raras são as ouvidas”.

No campo político, também houve destaque feito por Paulo Pimenta, Ministro-Chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República do governo.

“O Esporte Clube Bahia levanta sua voz contra a cultura do estupro e convida o mundo do futebol a ingressar nesse debate. A culpa é sua, o corpo não”.

“Campanha do Bahia contra a cultura do estupro. Diante de tanto silêncio no mundo do futebol frente às condenações de Daniel Alves e Robinho, a manifestação do clube é fundamental para levar essa discussão ao esporte”, disse também a deputada federal Fernanda Melchionna (PSOL-RS).

Jornais como Correio da Bahia; O Povo, do Ceará; Correio Braziliense, do Distrito Federal; O Tempo, de Minas Gerais; e O Globo, do Rio de Janeiro, também destacaram a campanha tricolor em suas manchetes.

Assim como também deram destaque sites como NE45, BeSoccer,Trivela, Metrópoles e Poder360.

Quer receber notícias do Bahia no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo exclusivo para notícias do Esquadrão!

comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros.
O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios
impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

enquete

Após mais de 50 jogos pelo Bahia, como você avalia o trabalho de Rogério Ceni?
todas as enquetes
casas de apostas brasileiras