é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Mercado

Publicada em 18 de junho de 2022 às 16h27

Bahia e mais dois clubes têm interesse em atacante do Avaí

Imprensa paranaense coloca Bahia em disputa por jogador colombiano

Da Redação

copeteavai
Fonte: Divulgação / Avaí

Com a janela de transferências se aproximando, a diretoria do Bahia segue em seu trabalho de busca por reforços que cheguem ao clube a partir da segunda quinzena de julho. Um nome que surge no radar tricolor é o de Jonathan Copete, do Avaí.

Atacante de 34 anos, Copete joga pelo Avaí desde 2021, quando foi peça-chave para a conquista do acesso à primeira divisão por parte do time catarinense. Em 2022, no entanto, perdeu espaço após o início da Série A.

Colocado no mercado para uma saída por empréstimo, o atacante tem o Operário como principai interessado nesta altura. Porém, Bahia e Sport também demonstraram interesse e podem realizar propostas. Até o momento, o Esquadrão não enviou uma oferta pelo jogador.

O interesse tricolor no jogador foi levantado pelo repórter Leandrinho, da Rádio Clube de Ponta Grossa, que faz a cobertura do dia-a-dia do Operário.

Copete recebe R$ 100 mil no Avaí e o Operário só estaria disposto a bancar 50%, enquanto a diretoria avaiana procura um clube que pague 100% do salário e deverá emprestar a quem se disponibilizar a pagar a maior porcentagem possível do valor mensal recebido pelo atleta.

No Avaí, em 2021, ele marcou sete gols e distribuiu nove assistências em 33 jogos. Em 2022, soma três gols e uma assistência em 21 partidas.

Atacante canhoto, Copete atua pela ponta esquerda e viu seu espaço se reduzir na Série A. Ele tem seis jogos pelo Avaí no Brasileiro, sendo três como titular e três como reserva. Sua última atuação aconteceu nesta última quinta-feira, entrando em campo na reta final.

A trajetória de Copete

Copete é colombiano e iniciou sua trajetória como profissional pelo Trujillanos FC, da Venezuela. Passou também pelo Zamora-VEN e chegou ao Santa Fe, da Colômbia, em 2011. Jogou pelo Vélez, da Argentina, e ganhou destaque no cenário continental após uma boa passagem pelo Atlético Nacional-COL, entre 2014 a 2016.

A chegada do atacante ao futebol brasileiro aconteceu através do Santos, em 2016, com duas temporadas de destaque. Marcou 12 gols em 2016 e mais 12 gols em 2017.

Já entre 2018 e 2019, caiu de rendimento e acumulou apenas dois gols nas duas temporadas, deixando o clube santista para jogar por Pachuca, do México, e Everton, do Chile, em 2020.

Após retornar ao Brasil, em 2021, até foi aproveitado em nove jogos pelo Santos e não agradou, deixando o clube definitivamente.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.