é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Mercado

Publicada em 06 de maio de 2022 às 16h59

Bahia encaminha venda de atacante emprestado ao Goiás

Jogador nem sequer vestiu a camisa tricolor e vai deixar o clube rendendo lucro

Victor de Freitas

viniciusgoias
Fonte: Divulgação / Goiás

O Bahia está próximo de anunciar a venda de um atacante que nem sequer vestiu a camisa do clube. Trata-se de Vinícius, emprestado ao Goiás desde dezembro.

De acordo com a imprensa goiana, o Goiás está adquirindo 70% dos direitos econômicos do atacante junto ao Bahia, com um contrato que irá até 2025 com o atleta. Os valores ainda não foram divulgados.

Alvo de uma grande polêmica no último trimestre de 2021, Vinícius assinou pré-contrato com o Bahia antes do fim da Série B, deixando torcedores do Náutico enfurecidos e tricolores desconfiados. O principal motivo foi o suposto alto salário oferecido pelo Esquadrão.

Após a queda para a segunda divisão, o Bahia, publicamente, admitiu que não poderia pagar o salário na Série B e o emprestou para o Goiás - após tentar fazer com que o atleta aceitasse uma redução salarial logo após assinar contrato.

No Goiás, o atleta conseguiu números expressivos e atuações de destaque no Goiano e na Copa do Brasil, aumentando o interesse da diretoria esmeraldina por sua compra, que está prestes a ser oficializada.

Em entrevista nesta sexta-feira, o próprio Vinícius confirmou as tratativas.

"Estou muito feliz no Goiás. O clube está tratando da minha situação, até posso dizer, o Goiás está acertando com o Bahia o contrato em definitivo. Eu e o Goiás estamos certos, me adaptei aqui, é um clube que eu gosto muito. Já estamos certos há algum tempo, era mais a questão entre Goiás e Bahia, que já tive informação de que se acertaram. Agora é mais questões contratuais, gostaria de agradecer a todos que fizeram isso acontecer. Eu também tive minha contribuição e minha vontade de estar no Goiás", disse o atleta.

Vinícius tem 28 anos e disputou 16 jogos pelo Goiás em 2022, com quatro gols e nove assistências - a maioria pelo Estadual.

O atacante ainda não estreou no Campeonato Brasileiro, porque vinha em recuperação de uma lesão.

Esta será a segunda vez que a diretoria consegue vender um jogador que não atuou pelo clube. O primeiro havia sido Léo Ceará, que assinou pré-contrato com o Bahia e foi vendido ao futebol japonês antes mesmo de ser anunciado pelo Tricolor.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.