é goleada tricolor na internet
veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Bahia está próximo de fechar compra de meio-campista do Fortaleza

Notícia
Mercado
Publicada em 5 de janeiro de 2024 às 12:58 por Victor de Freitas

feccaio1
Fonte: Divulgação / FEC

O Bahia está perto de fechar mais uma contratação para 2024 e temporadas seguintes. Trata-se do volante Caio Alexandre, que pertence ao Fortaleza.

Cobiçado pelo Palmeiras no mês de dezembro, o meio-campista entrou na mira do Bahia, que assumiu a liderança das negociações e trabalha para concluir sua aquisição nos próximos dias.

Segundo publica o portal UOL Esporte, “a conversa adiantada é para um contrato de cinco anos e está em fase de troca dos documentos”.

Portanto, já há acordo pelo valor da transferência entre Bahia e Fortaleza, assim como também existe um acerto com o próprio atleta.

Caio Alexandre tem 24 anos e já possui rodagem por clubes de Série A e de fora do país.

Em 2020, jogou 50 partidas e marcou cinco gols pelo Botafogo. Foi vendido ao Vancouver Whitecaps, que disputa a MLS, onde não se firmou e retornou ao Brasil negociado por R$ 12 milhões com o Fortaleza.

Com a camisa da equipe cearense, teve um 2023 de enorme destaque com 65 partidas realizadas, sendo apenas quatro como reserva. Marcou cinco gols e deu seis assistências mesmo atuando em um setor recuado no meio-campo.

O Palmeiras não avançou nas negociações ao entender que “está bem servido na posição” após a compra de Aníbal Moreno e por não ter perdido jogadores.

comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros.
O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios
impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

enquete

Após mais de 50 jogos pelo Bahia, como você avalia o trabalho de Rogério Ceni?
todas as enquetes
casas de apostas brasileiras