é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Mercado

Publicada em 01 de fevereiro de 2021 às 19h42

Em nota oficial, Bahia se manifesta sobre saída de Gadu

Jogadora diz não ter sido valorizada e clube afirma ter oferecido contrato vantajoso

Victor de Freitas

A centroavante Evelyn Monteiro, mais conhecida como Gadu, deu adeus ao Bahia após ter sido peça-chave nas conquistas do título estadual de 2019 e do acesso à elite do futebol nacional em 2020.

Gadu deixou o Bahia após o fim de seu contrato, acertando com o Real Brasília para a disputa da Série A-1 do Brasileirão em 2021.

Além do anúncio da troca de clube, a jogadora se posicionou, através de sua assessoria, afirmando que não teria sido valorizada pelo clube durante as negociações pela renovação.

Após a nota emitida pela assessoria da jogadora, o Bahia foi a público dar a posição do clube quanto à situação envolvendo a jogadora.

Segundo a nota oficial, foi oferecido à jogadora um contrato com valor dobrado em relação ao salário que ela recebia até o fim de 2020. Mas, o clube não teria recebido resposta e nem comunicação sobre a troca de clube.

Além disso, o clube afirma que Gadu já havia assinado pré-contrato com o Real Brasília ainda em 2020.

Leia na íntegra o pronunciamento do Bahia:

"O Esporte Clube Bahia vem a público se manifestar sobre a saída da atacante Gadu do time feminino tricolor, que recentemente conquistou o acesso à elite do futebol brasileiro.

A primeira oferta de renovação contratual aconteceu em dezembro, para ganhar mais do que o dobro do salário, porém em nenhum momento houve uma contraproposta por parte da atleta ou de seu empresário, assim como uma comunicação de que estava negociando com outra equipe.

A diretoria chegou a se reunir presencialmente com Gadu no dia 21 de janeiro, quando reafirmou o objetivo da permanência da camisa 9, inclusive com uma valorização cada vez maior dentro do clube e destaque no Museu do Bahia, prestes a ser inaugurado na Fonte Nova.

Na última semana, para nossa surpresa, tomamos conhecimento de que ela havia assinado um pré-contrato ainda no ano passado com o Real Brasília, outro time que conquistou o acesso.

O planejamento para as Meninas de Aço prevê não apenas a construção de um alojamento específico para elas no CT Evaristo de Macedo como a ampliação do investimento atual.

Agradecemos a Gadu pelos grandes serviços prestados, com direito a 32 gols em 15 jogos oficiais, e desejamos boa sorte no prosseguimento de sua carreira".

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.