é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Nordestão

Publicada em 11 de abril de 2021 às 19h38

Bahia tem melhor ataque do Nordestão, mas defesa ainda preocupa

Tricolor só não levou gol em duas rodadas da primeira fase da Copa do Nordeste

Victor de Freitas

O Bahia fechou a primeira fase do Nordestão ocupando o segundo lugar do grupo A, com 13 pontos ganhos e uma campanha de 54,2% de aproveitamento em oito rodadas disputadas.

Ao longo da primeira fase, o Esquadrão de Aço ganhou destaque pelas goleadas aplicadas, mas repetiu erros defensivos semelhantes aos que foram vistos ao longo de todo o Brasileirão de 2020.

Nas oito rodadas disputadas no Nordestão, o Bahia marcou gol em seis jogos e levou gol também em seis partidas.

As vezes em que o Esquadrão passou em branco foram nas derrotas para Vitória (1x0) e CSA (2x0), ambas fora de casa.

Já os únicos jogos em que o Tricolor não levou gol aconteceram em goleadas no Pituaçu: 4x0 sobre o Sport e 5x0 sobre o Altos.

Números do ataque

O Bahia terminou a primeira fase do Nordestão com o melhor ataque entre todos os 16 times.

Foram 16 gols marcados, uma média de dois por jogo. Também foi o único time a golear duas vezes na fase de grupos.

Contando apenas jogos da equipe principal, foram 13 gols marcados em 7 rodadas.

O segundo colocado neste ranking foi o Ceará, com 14 gols, enquanto o CRB aparece em terceiro lugar, com 10 gols. É o próximo adversário tricolor.

Números da defesa

Em oito rodadas, o Bahia levou 9 gols. A média é de 1,1 gol sofrido por partida disputada.

Contando apenas os jogos disputados pelo time principal, com Dado Cavalcanti, foram 7 gols sofridos em 7 jogos.

Na primeira fase, o Tricolor ficou empatado com CSA, ABC e Altos na sexta posição entre times que mais levaram gol.

A equipe tricolor só levou menos gols do que Sport, Salgueiro, Santa Cruz, 4 de Julho e Treze - todos foram eliminados.

Por outro lado, o Ceará tem a melhor defesa do torneio. Só levou 3 gols. O CRB, adversário do Bahia, levou 6.

Bahia saiu perdendo na maioria dos jogos

Outro fator que se assemelha à campanha ruim do time no último Brasileiro é continuar saindo atrás no placar.

Na primeira fase, a equipe de Dado Cavalcanti saiu em desvantagem em cinco partidas (Botafogo-PB, Vitória, CSA, Fortaleza e ABC) e só conseguiu virar o placar em uma delas.

Time de transição jogou 1 partida na primeira fase

Na rodada de abertura, o Tricolor foi dirigido por Cláudio Prates, com os atletas do elenco de transição, e venceu o Salgueiro fora de casa por 3 a 2. Inclusive, foi o único triunfo fora de Pituaçu.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.