é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Nordestão

Publicada em 28 de abril de 2021 às 16h11

Primeiro título do Bahia na Copa do Nordeste completa 20 anos

Em 28 de abril de 2001, mais de 65 mil tricolores presenciavam o triunfo por 3 a 1 sobre o Sport e a conquista do Nordestão

Victor de Freitas

2020-04-04-17-55_capabahia2001

Às vésperas de mais uma decisão de Copa do Nordeste, o Bahia completa 20 anos de sua primeira conquista regional nesta quarta-feira, 28 de abril. Na mesma data, em 2021, o Esquadrão derrotava o Sport, por 3 a 1, com show de Nonato e Preto para levantar o troféu do Nordestão.

Na época, o Bahia tinha no banco de reservas o lendário mestre Evaristo de Macedo como técnico. Não à toa, a equipe tricolor brilhou ao longo do torneio e ganhou 13 de 17 jogos no total.

A partida decisiva foi disputada na velha Fonte Nova, já que o Bahia havia conquistado a melhor campanha fase de grupos. Diferentemente do formato atual, em 2001 a decisão acontecia em jogo único.

Na Fonte, um total de 65.924 torcedores presenciaram o triunfo por 3 a 1 sobre o Sport e a taça conquistada pelo Esquadrão de Aço.

Preto Casagrande, em uma tarde inspirada, marcou um golaço inesquecível de fora da área e contribuiu com uma assistência.

Nonato, vice-artilheiro da competição, com 10 gols, balançou as redes duas vezes, sendo decisivo para a conquista da taça.

O ataque tricolor, além de Nonato, contava com o também goleador Robson, o “Robgol”. O centroavante colaborou com seis gols ao longo do Nordestão 2001.

A escalação do Bahia na final foi a seguinte: Émerson; Japinha, Jean Elias, Carlinhos e Jefferson; Bebeto Campos, Preto Casagrande, Alex Oliveira e Luís Carlos Capixaba (Mantena); Robgol (Washington) e Nonato (Fábio Costa).

A campanha tricolor no Nordestão 2001

Na época, o Nordestão era disputava em sistema de turno único na primeira fase, com todas as equipes se enfrentando. Ao todo, cada time jogava 15 rodadas.

O Bahia conquistou primeira colocação da fase classificatória, com 35 pontos em 15 jogos. Foram 11 triunfos, dois empates e duas derrotas.

Na semifinal, também disputada em jogo único, o Bahia venceu o Fortaleza por 2 a 1, antes de desbancar o Sport na decisão.

  • 17 jogos
  • 13 triunfos
  • 2 empates
  • 2 derrotas
  • 38 gols marcados / 18 gols sofridos

Além de 2001, o Bahia conquistou a Copa do Nordeste em 2002 e em 2017. Em 2021, o Esquadrão tem novamente a chance do tetracampeonato.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.